PUB
Opinião

Foi sem dúvida um momento de grande importância que haveremos de recordar no futuro. Essencialmente porque demonstrou publicamente aquilo que muitos já vêm sentindo ao longo dos últimos quatro anos.

27 Julho, 2017

Um edifício vai abaixo, outro nasce, a escola continua, a história prossegue, uma história educativa que marcou a Vila das Taipas.

20 Julho, 2017

Neste artigo publicado há 95 anos, é dito que que estes alunos universitários tiveram no Hotel das Termas um almoço em que reinou sempre, a mais franca alegria e a melhor camaradagem.

20 Julho, 2017

Têm dúvidas de que esta é realmente a intenção dos CTT para a nossa região? Olhem o que se está a passar em S. Cláudio de Barco e percebem que não existem coincidências.

17 Julho, 2017

ão há dúvida de que as Festas da Vila são um motivo forte, e assim tem sido, para que as Taipas seja uma referência no concelho em termos de atração e que as ruas das Taipas se encham de milhares e milhares de pessoas durante vários dias.

17 Julho, 2017

O presidente da Junta [de Caldelas], fazendo tábua rasa das competências definidas na lei, assumiu uma postura de confronto aberto que só podia levar ao seu isolamento com efeitos perniciosos para a Vila.

17 Julho, 2017

Queremos conhecer o que os quatro candidatos à Câmara Municipal de Guimarães pensam sobre esses assuntos e que projetos pretendem implementar nos próximos quatro anos, caso vençam as eleições de 1 de outubro.

17 Julho, 2017

O aumento de festas e acontecimentos dentro do Centro Histórico intensifica a necessidade de intervenção das equipas responsáveis pela sua higiene e limpeza. Não é admissível que a limpeza que é feita de madrugada (seis horas da manhã) utilize ferramentas ruidosas.

14 Julho, 2017

Foi sem PMUS e sem participação pública que ao longo destes anos foram tomadas decisões com relevante impacte na mobilidade do município, como é o caso da Ecovia e do Parque de Estacionamento da Caldeiroa/Camões.

14 Julho, 2017

Desta vez os contornos da tragédia são diferentes. Mais pungentes e inadiáveis. Não sei acrescentar mais nada ao que escrevi na crónica de 2014. As causas, os problemas, as estratégias, os diagnósticos, a área ardida, as tragédias humanas, as eventuais soluções, tudo me parece exactamente igual.

11 Julho, 2017