PUB
Carta Educativa de Guimarães assentará num modelo digital
Carta Educativa de Guimarães assentará num modelo digital
DR
Domingo, Outubro 14, 2018

Na última reunião do Conselho Municipal de Educação, a 9 de outubro, a vereadora responsável pela educação afirmou que a Carta Educativa “assentará num modelo digital”, através da criação de um portal da educação

Adelina Pinto pretende que a revisão da carta ainda em vigor, de julho de 2006, passe a ser um documento “ativo e atualizado o melhor possível em termos de dados estatísticos”.

Recorde-se que a elaboração da Carta Educativa do concelho de Guimarães, como se pode ler no seu preâmbulo, “obedeceu ao estipulado no Decreto-Lei 7/2003, de 15 de janeiro, adaptada ao modelo emanado da Associação Nacional de Municípios Portugueses” e baseou-se em dados recolhidos no ano letivo 2004/2005.
Sendo “o principal instrumento de apoio à decisão por parte de quem tem a responsabilidade de gerir os destinos da educação e formação num determinado território”, foi sendo anunciada a sua revisão nos últimos anos, sem, contudo, se concretizar essa reformulação.

Este anúncio da criação de um portal da educação concelhio que abarcará a Carta Educativa do concelho, poderá ser o passo decisivo para a apresentação da nova realidade vimaranense em termos educativos e projetar as respostas mais eficientes aos anseios de toda a comunidade educativa.

Adelina Ponto pretende assentar a nova Carta Educativa num trabalho de cooperação com a rede de escolas de concelho, em articulação com o Ministério da Educação, através, por exemplo, dos dados disponíveis no programa E360 que tem no Agrupamento Virgínia Moura uma escola-piloto deste programa.

Neste encontro do Conselho Municipal de Educação a vereadora da Câmara Municipal apresentou os dados alusivos aos vários projetos na componente da Educação, destacando a Componente e Apoio à Família (CAF), presente pela primeira vez no primeiro ciclo, em 29 escolas de Guimarães.

Na sessão que decorreu na Black Box da Plataforma das Artes foi apresentada a ideia e estratégia para a educação em Guimarães, através do “perfil do aluno” assente num “cidadão de Guimarães para o mundo”. Neste âmbito, estão em curso vários projetos de educação como Pegadas, Educabicla, (Re)Conhecer Guimarães, Antepé, Mais Dois, D.Escolar, Eco Parlamento, Cantânia, Pergunta ao Tempo, entre outros.