PUB
Carlos Bernardo e Pedro Arezes assumem Gabinete de Crise e da Transição Económica 
Carlos Bernardo e Pedro Arezes assumem Gabinete de Crise e da Transição Económica 
DR
Quinta-feira, Outubro 29, 2020

Foi esta quinta-feira dada a conhecer a nova composição do Gabinete de Crise e da Transição Económica do Município de Guimarães. Carlos Bernardo, ex-vice-reitor, e Pedro Arezes, Presidente da Escola de Engenharia da Universidade do Minho, assumem a presidência executiva deste órgão.

Depois de António Cunha ter assumido a presidência da CCDR-Norte, que o levou a abandonar o Gabinete de Crise e da Transição Económica, Domingos Bragança comunicou a nova liderança, frisando que as escolhas “tiveram em conta o alto nível de competência que a implementação do Plano de Ação para a Transição Económica exige”.

“Substituir o Prof. António Cunha não é uma tarefa fácil, mas as escolhas que ele encontrou e que por mim foram validadas dão-nos todas as garantias de levarmos a cabo um trabalho competente e sério, cujos resultados se farão sentir a médio e longo prazo. Queremos ter os melhores a trabalhar connosco, e os professores Carlos Bernardo e Pedro Arezes estão entre os melhores”, refere Domingos Bragança.

Convicto de que o plano de ação deste projeto inicia uma nova fase, o município informa que o Plano de Ação do Gabinete de Crise e da Transição Económica tem pela frente cinco medidas de curto prazo

“O vereador Ricardo Costa coordenará os Apoios Públicos, Apoios Especiais do Município e Quiosque Eletrónico, Raul Fangueiro, da UMinho e Fibrenamics, será o coordenador dos Projetos Colaborativos, António Vicente, da UMinho, terá a responsabilidade do projeto Agrus, ligado à agricultura sustentável, Alexandre Mendes, diretor geral do DTx, liderará a Agenda Digital, Agenda Talento, Agenda Empreendedorismo e Criatividade, Living Labs e Academia getDigital, esta última com a colaboração de Paulo Novais, UMinho, e António Moreira, IPCA.  No que diz respeito aos projetos que envolvem a reabilitação de equipamentos, Pedro Arezes será o responsável pelo projeto da antiga Fábrica do Arquinho, na Caldeiroa, António Pontes, UMinho, pelas futuras valências da antiga Fábrica do Alto, em Pevidém, Rui Oliveira, UMinho, pelo componente do Plano de Ação relacionada com o AvePark, e Maria José Fernandes, Presidente do IPCA, pelo projeto da Escola-Hotel, a funcionar na Quinta do Costeado, na Cruz de Pedra”, dá conta a Câmara Municipal de Guimarães.