PUB
Campeonatos do Mundo de Basquetebol 3 e Judo terminam com 17 medalhas para Portugal
Campeonatos do Mundo de Basquetebol 3 e Judo terminam com 17 medalhas para Portugal
Alfredo Oliveira
Domingo, Dezembro 1, 2019

A prova realizada no pavilhão da EB 2,3 de Caldas das Taipas trouxe a Portugal dezenas de atletas com síndrome de Down, da Croácia, Kuwait, Roménia, Itália, Polónia, Rússia, Turquia, Suécia e Portugal.

No final, Portugal obteve 17 medalhas. Um segundo lugar no torneio de basquetebol 3X3 e alcançou 9 primeiros lugares, 5 segundos lugares e 2 terceiros lugares no torneio de judo.

Tratou-se de um torneio que juntou no mesmo espaço, pela primeira vez, as modalidades de basquetebol e judo, organizado pela Associação Nacional de Desporto para o Desenvolvimento Intelectual (ANDDI).

Na cerimónia de abertura, no dia 29 de novembro, o vereador do Desporto da Câmara de Guimarães, Ricardo Costa, salientou que “a prática de desporto é fundamental para a construção de uma sociedade” e vincou que “ninguém pode ficar para trás”. Ricardo Costa fez alusão ao território de Guimarães como “referência na prática do desporto de inclusão” partilhando o “mérito” pelos “clubes e associações desportivas que têm feito um trabalho notável nesta área”.

O presidente do Comité Organizador transmitiu a mensagem do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues: “O desporto inclusivo está vivo e Guimarães faz uma justa homenagem aos que vivem o desporto inclusivo, quer a quem o pratica como a quem está envolvido na sua organização”.

O diretor regional do norte do IPDJ, Vítor Dias, mencionou o “trabalho magnífico” realizado nesta área de integração e vincou a necessidade de “criar as mesmas oportunidades e os mesmos acessos à prática de desporto” para os jovens com Síndrome de Down.

A competição foi declarada aberta por Neno, contando ainda com a presença do olímpico Nuno Delgado como patrono destes campeonatos do Mundo. A sessão oficial da cerimónia de abertura contou ainda com as presenças de Paula Oliveira, vereadora da Ação Social da CM Guimarães; Geoff Smedley, presidente da SUDS (Sport Union Down Syndrome); Vítor Figueiredo, do Comité Olímpico de Portugal; Vítor Dias, delegado do IPDJ; José Costa Pereira, Presidente da ANNDI; Luís Soares, presidente da Junta de Freguesia de Caldelas; Miguel Pinto Lisboa, presidente do Vitória SC e Rui Leite, presidente da Cercigui.

Já no final deste campeonato, o presidente da ANDDI, José Costa Pereira, mostrou-se satisfeito com os resultados alcançados ao serviço da seleção nacional, mas principalmente “com o excelente espírito de camaradagem vivido por todos os participantes”. Salientou o apoio disponibilizado pela Câmara Municipal, e mostrou vontade de voltar à cidade para organizar um evento de maior dimensão.