PUB
Campanha eleitoral em Guimarães vai custar 283 mil euros
Campanha eleitoral em Guimarães vai custar 283 mil euros
CMG
Sexta-feira, Agosto 18, 2017

No seu todo, os partidos e coligações que concorrem às eleições autárquicas em Guimarães orçamentaram 283 mil euros para gastar na campanha eleitoral. Quem apresenta o maior orçamento é o PS, que tenta a reeleição com 149 mil euros, um montante que os orçamentos das outras três candidaturas juntas não conseguem alcançar.

O site da Entidade das Contas e Financiamento dos Partidos deu a conhecer esta quinta-feira, 17, os orçamentos apresentados pelos partidos e coligações para as próximas autárquicas. Além do PS (149,260.50 euros), a Coligação Juntos por Guimarães vai despender 63,776.52 euros, a CDU 55,000 euros e o Bloco de Esquerda 15,133.07 euros.

Domingos Bragança, atual presidente de Câmara e que corre para a reeleição, vai receber 125 mil euros de subvenções estatais e prevê angariar quase 24 mil euros. Vai gastar 63 mil euros em propaganda, 29 mil euros na concepção da campanha e estudos de mercado e cerca de 22 mil euros na distribuição de brindes pela população do concelho. Já os comícios e espectáculos vão custar 4500 euros.

A Coligação Juntos por Guimarães (PSD, CDS, MPT, PPM, PPV/CDC), liderada por André Coelho Lima, apresenta um orçamento que será sustentado na sua totalidade por subvenções estatais: 20 mil euros para brindes, 5.000 em comícios e espectáculos (cinco mil euros) e 7500 euros para a conceção de campanha e os estudos opinião.

A CDU, na campanha liderada por Torcato Ribeiro, vai gastar 55 mil euros: 51 mil euros sustentados por subvenções estatais e 2600 das contribuições dos partidos que compõem a CDU (PCP e Os Verdes). Prevê investir em 27 mil euros em propaganda, 2600 euros em comícios e espetáculos e seis mil euros em brindes. Já o Bloco de Esquerda destina dois mil dos 15 mil euros, pagos por subvenção estatal e donativos, a comícios e espectáculos. Não apresentam qualquer investimento em brindes e ofertas.

A nível nacional, tal como em Guimarães, é o PS com o valor mais alto disponível para as autárquicas, cerca de 15 milhões de euros, seguido de PSD que estima gastar cerca de nove milhões. A CDU orçamentou cerca de 7,2 milhões de euros enquanto o Bloco de Esquerda prevê 1,3 milhões em gastos com a campanha e o CDS com um milhão.