PUB
Câmara Municipal entregou máscaras de proteção aos Bombeiros das Taipas e de Guimarães
Câmara Municipal entregou máscaras de proteção aos Bombeiros das Taipas e de Guimarães
Bruno José Ferreira
Quarta-feira, Maio 27, 2020

A Câmara Municipal de Guimarães, nomeadamente a vereadora Sofia Ferreira, que tutela a Proteção Civil no concelho, procedeu à entrega de material de proteção aos Bombeiros das Taipas e de Guimarães, nomeadamente máscaras de combate a incêndio florestal e, ao mesmo tempo, de proteção devido à pandemia.

Ao todo o município adquiriu três centenas de máscaras para distribuir pelas corporações vimaranenses, mas também pelos Bombeiros de Vizela, Riba D’Ave e Vila das Aves, bombeiros que também operam em Guimarães.

As referidas máscaras, conhecidas como máscaras florestais, proporcionam um elevado nível de proteção ao utilizador, com o benefício de bloquear a inalação de fumo e partículas de cinzas, sendo resistente a temperaturas até 1400 graus.

Rafael Silva, comandante dos Bombeiros das Taipas, esteve na entrega destes equipamentos, referindo a sua importância. “Este equipamento é muito importante para os elementos do corpo de bombeiros, trata-se de um equipamento caro, que o município adquiriu, e muito bem, para proteção individual do corpo de bombeiros. Nesta fase do DECIR 2020 (Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais) é complicado o combate estando a atravessar esta pandemia, propusemos a compra deste equipamento, sendo que logo na primeira hora o município colaborou e é uma grande ajuda para os bombeiros do concelho de Guimarães. Trata-se de um apoio enorme ter esta máscara para cada elemento, cada elemento vai ter a sua própria máscara”, disse.

Sofia Ferreira, destacou a “estreita colaboração entre o Município e os Bombeiros, no sentido de criar e disponibilizar as necessárias condições para o desempenho na nobre função em protegerem os nossos cidadãos”, acrescentando que este apoio tem como objetivo “ajudar os nossos bombeiros com equipamentos essenciais para o combate aos incêndios rurais, devidamente adequados ao momento que vivemos por causa da pandemia da COVID-19”.