Câmara de Guimarães lança manuais informativos e didáticos de proteção civil
Terça-feira, Março 12, 2019

Quatro publicações dedicadas à Proteção Civil foram apresentadas pela autarquia vimaranense. A vereadora Sofia Ferreira espera que esta medida contribua para que a população acautele melhor os riscos e que se torne mais ativa em matéria de prevenção.

Foi apresentado pela Câmara Municipal de Guimarães um conjunto de quatro manuais com caráter informativo e didático, dirigido a vários grupos da população. Sofia Ferreira, vereadora municipal com a pasta da Proteção Civil, explicou que existe por parte da autarquia uma política de investimento dedicado à prevenção, informação dos riscos e proteção civil.

Trata-se de uma forma de explicar questões complexas de uma forma simples e de fácil perceção para todos os utilizadores, explicou aquela responsável, acrescentando que muitas das situações graves que necessitam da intervenção das forças de Proteção Civil, poderão ser evitadas com  comportamentos de prevenção simples.

São quatro manuais, de pequeno formato, que contêm informação sistematizada e organizada para uma rápida consulta. Estes pequenos cadernos, que começaram a ser distribuídos em papel, serão também disponibilizados em versão digital, para puderem ser consultados online.

Dalila Sepúlveda, coordenadora municipal para a Proteção Civil, explicou que os manuais foram elaborados durante o último ano e o seu lançamento aguardou pela criação do serviço municipal de Proteção Civil, em novembro de 2018. Os quatro manuais têm informação diferente e com uma linguagem diferenciada, adaptada ao público a que se destina.

A coordenadora começou por fazer um enquadramento do papel dos vários agentes de Proteção Civil em várias situações de risco e de ocorrência de sinistros. Por outro lado, sublinhou a importância de a população ser capaz de acautelar situações de risco. Para isso é fundamental que a informação esteja acessível junto de grupos de população mais vulnerável, como os idosos.

Para os infantis, a quem é dedicado um dos volumes destes manuais, criou-se um discurso simples, onde se explica como estão organizados os elementos de proteção civil, quais são os seus papéis e como podem as crianças relacionar-se com estes agentes. Há dicas importantes sobre comportamentos de prevenção em casa e também de segurança na internet.

Além do manual infantil “Riscos”, que conta com o Ecolino como mascote, foram ainda apresentados o “Manual de Autoproteção – População Idosa”, o “Manual de Proteção Civil em Casa” e finalmente, o “Manual de Riscos”, onde se explicam alguma medidas de prevenção e autoproteção.