PUB
Caldas das Taipas: A (des)propósito XXXII – 19 de Junho, o dia de Caldas das Taipas
Terça-feira, Maio 5, 2020

 

Depois da decisão tomada em sede da Junta de Turismo da Estância Termal das Taipas em 27 de Abril, e da Junta de Freguesia de Caldelas de 30 de Abril, segue requerimento de 4 de Maio do ano de 1940 para a elevação à categoria de vila da povoação de Caldas das Taipas, subscrito pelo secretário da Junta de Turismo da Estância Termal das Taipas, João de Miranda Castro Antunes Guimarães em representação do seu presidente, Comandante José Eduardo de Carvalho Crato, e pelo Presidente da Junta de Freguesia de Caldelas (Taipas), Manuel José Pereira, e dirigido ao Ministro do Interior.

Começa por referir que a sua localidade é um recanto no Minho, banhado pelo rio Ave situado entre Guimarães e Braga. Que possui três estabelecimentos termais miraculosos onde se curam doentes de todas as classes sociais, nacionais e estrangeiros, dispondo das melhores instalações do país.

Tem um hotel, uma pensão e inúmeras casas de hóspedes, assim desde as classes humildes ao burguês comodista e ao visitante exigente, e até aos grandes capitalistas acomodações próprias e condignas.

A localidade tem aspecto atraente, amplas ruas e largos ajardinados e um Parque de Turismo que reúne condições especialíssimas.

Possui praia fluvial, barcos para recreio, o melhor campo de patinagem do país, campos de ténis, e variadíssimos jogos e distracções.

As Taipas é um privilegiado centro de Veraneio e Turismo. A rede de estradas com partida ou cruzamento nas Taipas, que serve o cidadão, o aquista, o comerciante e o industrial tem rápida ligação a todo o país.

A freguesia sede possui 1866 almas distribuídas por 430 famílias e é a sede da ZONA DE TURISMO composta por 25 freguesias, onde as colheiras cerealíferas são abundantes, com produção pecuária avultada e uma região vinícola de valor e fama.

Os edifícios das Taipas são interessantes, bem construídos e cuidados.

Nas Taipas existem importantes industriais, nomeadamente de cutelarias e tecidos de algodão instalados em magníficas fábricas e dirigidas por profissionais competentíssimos.

Possui variadíssimos estabelecimentos comerciais, 2 farmácias, 4 consultórios médicos, estação postal com serviços de correios, telégrafos e telefónicos, corporação de bombeiros voluntários com sede própria, lojas de fazendas e mercearia, matadouro e 3 estabelecimentos de venda e carne, mercado permanente feira regional em todas as segundas-feiras, 2 igrejas para o culto católico.

Por tudo isto e porque a sua laboriosa e trabalhadora população anceia de ver elevada à categoria de VILA esta donairosa povoação, importante centro termal, agrícola e industrial, como incentivo e prémio aos seus esforços de progresso e engrandecimento, solicitamos que substitua a denominação de freguesia de Caldelas, pelo título de Vila de Caldas das Taipas.