PUB
Bloco de Esquerda diz que “conluio” entre o PS e o PSD põe em causa a democracia
Bloco de Esquerda diz que “conluio” entre o PS e o PSD põe em causa a democracia
© Direitos Reservados
Terça-feira, Outubro 13, 2020

O Bloco de Esquerda de Guimarães, liderado por Sónia Ribeiro, emitiu esta terça-feira um comunicado no qual se mostra desfavorável àquilo a que chama o “conluio” entre o Partido Socialista (PS) e o Partido Social Democrata (PSD), relativamente à eleição do presidente da Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) Norte.

António Cunha, presidente do Gabinete de Crise e Transição Económica de Guimarães, formalizou a sua candidatura à liderança da CCDR Norte, tendo o apoio do PS e do PSD, algo que desagrada ao Bloco de Esquerda.

“Independentemente do perfil técnico-político das figuras propostas pelo PS e PSD, este conluio de 2 partidos políticos põe em causa uma das principais marcas do voto democrático, a possibilidade dos eleitores (no caso as/os deputadas/os municipais) poderem exercer o acompanhamento e avaliação do trabalho das presidências das CCDR’s. Os membros das assembleias municipais estão limitados a legitimar com o seu voto as candidaturas definidas pelo PS e PSD”, pode ler-se no comunicado.

Sónia Ribeiro vai votar em branco em sinal de protesto. “Este modo de designação das presidências das CCDR’s reforça o centralismo e assegura o controlo pelo PS e PSD da distribuição dos fundos comunitários, pelo que a autarca do BE do município de Guimarães, vai estar presentes na reunião extraordinária da assembleia municipal e irá exprimir a sua oposição ao processo através do voto em branco, reafirmando a sua defesa duma regionalização democrática que combata as desigualdades territoriais e reforce a coesão social no país”, aponta o Bloco de Esquerda.