BE quer que ministério se pronuncie sobre doentes internados nos corredores do Hospital de Guimarães
Domingo, Novembro 13, 2016

São frequentes as queixas de que existem camas em espera nos corredores do Hospital Senhora da Oliveira. O Bloco de Esquerda volta a pedir explicações.

Na sequência de novas notícias tornadas públicas sobre a prática de localizar doentes internados nos corredores do Hospital Senhora da Oliveira, Guimarães, e das declarações da sua administração sobre este assunto, responsáveis do Bloco de Esquerda querem que a situação seja definitivamente esclarecida.

O deputado do BE eleito por Braga quer que o Ministério da Saúde responda perante as novas denúncias que apontam para a existência de doentes nos corredores do hospital. Esta não é a primeira vez que a questão é levantada. Os responsáveis do Bloco lembram que há dois anos já tinha sido feita uma abordagem ao Governo com o mesmo teor.

Em resposta às denúncias, a administração do HSOG veio adiantar que situações em que os corredores são utilizados como local de espera é temporária, até que outros doentes tenham alta hospitalar e assim possam dar lugar aos que aguardam nos corredores.

Sobre este cenário, que se vem repetindo, os deputados do Bloco de Esquerda esperam que o ministério preste esclarecimentos sobre esta matéria e que indique quais as medidas que estão a ser tomadas para minimizar os impactos nos doentes de situações deste género e para garantir que os doentes deixem de ter que aguardar nos corredores do hospital.

Esta exigência de explicações por parte dos deputados bloquistas surge na mesma semana em que deputados do Partido Socialista estiveram reunidos com representantes dos enfermeiros e com o Conselho de Administração do Hospital Senhora da Oliveira. Dias antes o Jornal de Notícias dava conta de denúncias que apontavam para a existência de doentes internados nos corredores do hospital.