PUB
A atuação do guitarrista Júlio Silva nas Caldas das Taipas (1921)
Quinta-feira, Novembro 23, 2017

Postal do guitarrista Júlio Silva (BNL).

Ao folhearmos as edições do “Jornal das Taipas”, o primeiro jornal editado nas Caldas das Taipas (1921-1924), com sede na Avenida da República, encontrámos um artigo de 24 de julho de 1921, intitulado “A nossa Estância Termal”, com importantes referências ao modo como os hóspedes do Hotel das Termas, ocupavam o seu tempo livre nesta povoação.

Ao lermos este artigo, constatamos que no dia 22 de julho de 1921, uma sexta-feira, os hóspedes desta unidade hoteleira tiveram ao longo do dia em Briteiros, um piquenique servido pelo Hotel das Termas, que decorreu animadíssimo. À noite, no salão nobre do mesmo hotel realizou-se um excelente concerto de guitarra portuguesa pelo grande artista Júlio Silva. O programa segundo o mesmo artigo foi “de primorosa selecção, foi executado com um brilho inexcedivel que mereceu a Julio Silva calorosas ovações da numerosa e elegante assistência”. Ao concerto seguiu-se um baile em que se dançou animadamente.

Nesta época, tanto no Hotel da Termas e no Grande Hotel Vilas (primeira unidade hoteleira desta povoação) encontrámos conceituados hóspedes, que no campo cultural, universitário, artístico, político e industrial eram uma referência a nível regional e nacional. A dinâmica da indústria hoteleira taipense, na década de 20 do século XX, está bem patente no conforto destes estabelecimentos hoteleiros frequentados por ilustres visitantes, que aqui encontravam numerosas atividades lúdicas desde piqueniques, bailes, concertos de guitarra e de piano.

26