PUB
Siga aqui, ao minuto, os trabalhos da Assembleia Municipal de Guimarães
Siga aqui, ao minuto, os trabalhos da Assembleia Municipal de Guimarães
Sexta-feira, Fevereiro 24, 2017

O Auditório da Universidade do Minho recebe, a partir das 21 horas de hoje, a realização de uma sessão ordinária da Assembleia Municipal de Guimarães. No total, estarão 53 pontos em discussão que, caso não sejam discutidos/votados esta noite, transitarão para sessão de continuação a realizar no próximo dia 3 de março.

Entre os pontos em discussão/votação estarão os Contratos-Programa com as Cooperativas Tempo Livre e Fraterna. As freguesias ocupam grande parte da agenda, com atribuições de subsídios e alterações aos Contratos Interadministrativos de Delegação de Competências, entre outros assuntos a discutir.

A partir das 21 horas, pode acompanhar no Reflexo, ao minuto, todas as incidências desta reunião.


AO MINUTO
21:21
António Magalhães dá início à sessão.

21:26
Abertas inscriçõs para o período Antes da Ordem do Dia.

21:29
Deputado Joaquim Teixeira (BE) toma a palavra e aborda a discussão da via de acesso ao Avepark.

21:30
Joaquim Teixeira questiona a assembeleia sobre a possibilidade de criação de um novo nó no troço de auto-estrada Guimarães-Braga, em Brito.

21:32
Luís Cirilo (PSD) toma a palavra e questiona a câmara relativamente aos indicadores do turismo, lamentando que o crecimento no setor não tenha tido a mesma expressão de outros concelhos.

21:34
“Porque é que Guimarães cresce tão poucochinho” – pergunta Luís Cirilo.

21:38
José João Torrinha sublinha, com recurso a recortes de jornais locais dos últimos dois meses, evidências de números de crecimento do concelho de Guimarães.

21:39
“Se os números são bons, os empresários estão a fazer um bom trabalho. Se os números são maus, a culpa é da câmara” – diz José João Torrinha.

21:43
César Teixeira começa por dizer que gostou do início da intervenção José João Torrinha, mas conclui dizendo este se esqueceu da notícia que dava conta que a Têxtil Cães de Pedra não pode alargar as suas instalações por falta de diligências da Câmara Municipal.

21:47
Deputado Vieira de Brito, do CDS, lembra o processo de instalação da Incubadora de Base Agrícola.

21:52
Momento de descontração na assembleia, quando Alexandre Barros (PSD) se queixa por não haver água para os oradores. António Magalhães lamenta que a assembleia não seja o lugar próprio para meter água.

21:57
Deputado do PSD questiona a câmara sobre os apoios a prestar nas cantinas sociais, nos apoios a famílias carenciadas.

22:02
Sónia Fertuzinhos rebate efusivamente a intervenção do deputado social-democrata, acusando-o de não saber do que fala.

22:04
Alexandre Barros confronta bancada socialista dizendo que gostava de ver o actual governo trabalhar por cima de um memorando de entendimento, com um plano de ajustamento.

22:08
Deputado Paulo Silva (PS) lamenta que a coligação não tenha mantido programa eleitoral das últimas eleições consultável.

22:12
Paulo Silva refere que a oposição local sofre dos mesmos males da oposição a nível nacional ao atirar lama para os factos indesmentíveis do desenvolvimento do concelho.

22:17
“O esforços da câmara e dos vimaranense não está a produzir os resultados desejados” – diz Cândido Capela Dias (CDU), concluindo que Guimarães tem ficado aquém em muitos indicadores de desenvolvimento.

22:21
Paula Lemos Damião (PSD) analisa a posição obtida pelo município de Guimarães no índice de transparência municipal. Guimarães ficou na 61.ª posição.

22:26
Deputado Luís Soares (PS) desconstrói a ideia de que só em ano de eleições é que se fazem investimentos para que se façam inaugurações. “2017 será apenas mais um ano do trabalho que a câmara tem desenvolvido nos últimos anos”, conclui. O deputado enquadra desta forma o trabalho desenovlvido pelo município para a confirmação por parte do Governo da construção da acessibilidade ao Avepark.

22:37
Findas as intervenções do lado das bancadas, é a vez da Câmara Municipal de Guimarães responder às questões levantadas pelos deputados.

22:38
Em resposta ao deputado do BE, Joaquim Teixeira, Domingos Bragança lembra que honrará o seu compromisso de pedir um estudo de impacte ambiental da via de acesso ao Avepark, sublinhando que a intervenção não obrigava ao pedido desse estudo.

23:04
Encerrado período antes da ordem do dia. Antes da votação das atas das sessões anteriores, Paula Lemos Damião faz ponto de ordem à mesa, sugerindo que os serviços de secretariado da assembleia não deixem acumular atas para ser lidas e votadas.

23:07
Presidente da assembleia explica a situação e Paula Lemos Damião ameaça não votar. Presidente da mesa contra ameaça com a suspensão da reunião.

23:09
Impasse insólito na assembleia. Deputada do PSD faz ponto de ordem à mesa para explicar a sua tomada de posição. António Magalhães reafirma que não pode admitir que algum deputado desrespeite o Regimento da Assembeleia Municipal. As atas foram aprovadas por maioria.

23:14
Início da discussão do ponto 3 da ordem de trabalhos, que analisa o relatório de atividade da câmara. Deputada da CDU observa sobre a política de adoção de animais, com referência à gestão do canil e gatil municipais. Defende a inclusão da defesa dos animais do discurso da candidatura a Capital Verde Europeia.

23:20
PSD recupera discussão sobre a isenção do IMI nos prédios do centro histórico de Guimarães.

23:46
Angela Oliveira (CDS) volta a questionar a gestão do parque das viaturas do município.

23:47
Tiago Laranjeiro (PSD) questiona sobre o impacto do programa Guimarães Marca, apresentado pelo município há pouco mais de um ano, com o propósito de promover o desenvolvimento económico através das empresas do território vimaranense.

23:51
Joaquim Teixeira (BE) lamenta a forma como o processo de instalação da Ecoibéria no território vimaranense. Repetiu os impactos irreversíveis desta implantação. O deputado do BE questiona também a política de gestão dos transportes urbanos e as respostas dadas à pressão do trânsito automóvel.

23:54
Rui Barreira sobe ao pulpito para questionar as formas dadas pelo município para a contratação dos assistentes operacionais.

23:58
Sofia Ferreira (PS) faz a revisão do programa eleitoral da candidatura do PS em 2013, na área da criação de emprego e desenvolvimento económico.

00:20
Emídio Guerreiro pede esclarimentos sobre o anúncio da requalificação da igreja românica de Serzedelo efetuado pelo presidente da Câmara Municipal de Guimarães.

00:25
Domingos Bragança anuncia o redimensionamento do canil/gatil de Guimarães o reforço do quadro técnico, abrindo a possibilidade de o equipamento passar a poder a contar com a ajuda de voluntários.

00:28
Relativamente à isenção do IMI no centro histórico de Guimarães garantindo que essa prática esteve em vigor, após a alteração que permitiu a aprovação do regulamento sobre isenções de impostos municipais.

00:30
Garante que o regulamento sobre utilização das viaturas do município existe e que está a ser aplicado.

00:31
Domingos Bragança reforça aposta no conceito Guimarães Marca, como forma de consolidação do seu ativo industrial e económico. No entanto, não respondeu ao pedido do deputado social-democrata, sobre os resultados do programa.

00:35
Bragança reafirma a sua aposta no comboio ligeiro como forma de promoção da mobilidade no concelho. Diz que não pode diabolizar o automóvel, mas que está a trabalhar no sentido de garantir alternativas ao uso do automóvel no centro da cidade.

00:42
Relativamente à questão levantada pelo deputado Emídio Guerreiro, o autarca explicou que o mecenas que se prontificou para restaurar a Igreja de Serzedelo. Por não serem conhecidos desenvolvimentos sobre a matéria, Domingos Bragança anunciou que a câmara avançará com o projecto de requalificação da igreja de Serzedelo. Anunciou ainda o restauro da Ponte do Soeiro e da Igreja de Corvite e dos frecos que contém.

01:06
Após consulta do presidente da mesa aos líderes das bancadas, restantes pontos da ordem de trabalhos são votados sem intervenções dos deputados para abreviar duração dos trabalhos.

01:23
Terminada a votação das moções apresentadas à mesa, António Magalhães dá por terminada a sessão.