PUB
  POLÍTICA   O Meu Testemunho
Quinta-feira, Setembro 3, 2009

Vários taipenses, e não só, têm dado o seu testemunho relativamente àquilo que pensam do Ricardo Costa – a nossa amizade permite-me que o trate assim -, e da sua candidatura à Assembleia de Freguesia de Caldelas. Esses testemunhos estão publicados no site da candidatura (www.poramorastaipas.org).

São pessoas, de vários quadrantes e idades, que têm dado conta da seriedade, honestidade, competência, rigor e dinâmica, quer pessoal, quer profissional, quer política, do Ricardo Costa e da sua equipa.

Por ter o privilégio de conhecer o Ricardo e o seu grupo de trabalho, posso confirmar que todos os atributos e adjectivos que lhes são imputados correspondem à mais pura da verdade.

Não vou, por isso, aqui repetir aquilo que muitos, e bem, já escreveram e disseram sobre esta candidatura e as pessoas que a lideram.

O que eu gostaria aqui de relatar não são qualidades, competências ou qualificações do Ricardo. Até porque isso já quase todos reconhecem…

Aquilo que pretendo destacar é algo de mais abstracto e não palpável. Falo-vos de sentimentos. Mais concretamente do sentimento do Ricardo por esta vila e pelas suas gentes.

Posso relatar-vos uma conversa privada que em tempos, há cerca de um ano atrás, tive com o Ricardo sobre a vila das Taipas. Nessa conversa, o agora candidato à Assembleia de Freguesia soltou duas frases que são sintomáticas daquilo que sente pela vila e o quanto a ela está ligado; foram elas: “Preciso das Taipas como de oxigénio para respirar” e “Quando vou de férias para fora daqui, ao fim de uma semana começo a sentir falta de qualquer coisa e a ficar perturbado e só volto à normalidade quando chego de novo às Taipas”.

Estas frases, ditas de forma sentida, são a prova de que o Ricardo é, seguramente, uma pessoa que sente as Taipas de uma forma muito especial. E este sentimento não se compra, nem se conquista. Nasce com as pessoas…

Por tudo isto, penso que o slogan escolhido pela candidatura – “POR AMOR ÀS TAIPAS” –, para além de ser apelativo, é verdadeiro e sentido…

26