PUB
DESPORTOÉ o fim…
Quinta-feira, Julho 2, 2009

A temporada está prestes a terminar e mais uma vez podemos constatar que o F.C.P. é um crónico campeão nacional. O que estava previsto no início de temporada verificou-se quando eu dizia que este ano, mais do que nunca, parecia-me que as equipas estavam apetrechadas de jogadores de grande qualidade.

Foi com muita pena minha que vi o V.S.C. fora da liga dos campeões, com casos polémicos na segunda mão da pré-eliminatória frente ao Basileia. O V.S.C. é um clube de conquistadores mas ficou aquém de todas as expectativas que criara na época transacta.

Noto que não me enganei por muito quando referia que o S.C. Braga me parecia um potencial candidato ao título nacional. De facto e mencionado por alguns treinadores o S.C. Braga apresentou um futebol vistoso e muito arrojado. Foi durante alguns meses a equipa que praticou um estilo de futebol mais atraente. Em Agosto de 2008 referia que o Sr. Jorge Jesus era dos treinadores que mais apreciava no campeonato português, com ideias bem vincadas e que é capaz de dominar um balneário. Agora, talvez seja um dos treinadores mais pretendidos e também se especula o seu ingresso no S.L.B.

Mais uma vez não me enganei por muito. Em Agosto de 2008 mencionava: “… sem dúvida que neste defeso o S.L.B. fez contratações formidáveis, trouxe jogadores de grande potencial e agora resta a parte mais difícil que é pô-los a jogar como equipa.

Não conheço profundamente a metodologia de treino do Sr. Quique Flores mas pelas suas declarações tenho a ideia que dá demasiada importância ao desenvolvimento das capacidades físicas no início de temporada em detrimento do desenvolvimento integral da equipa…” Notou-se claramente que a equipa do S.L.B não criou automatismos sufi cientes para se impor neste campeonato. Por sua vez, o S.C.P. esteve desastroso nas competições europeias com resultados muito negativos frente ao Barça e ao Bayern. Quanto às competições internas tivemos mais do mesmo, uma equipa de altos e baixos.

O F.C.P o campeão… o campeão da organização! “Uma equipa séria e competente” são essas as palavras do prof. Jesualdo Ferreira. De um embrião saiu um feto com grandes capacidades. O prof. elevou o F.C.P ao patamar do F.C.P campeão europeu. Ainda se lembram do Quaresma? e do Paulo Assunção? Tornou-se uma rotina para este clube reconstruir as suas equipas sem perder a sua imagem apesar de haver bastantes alterações ao nível do seu modelo de jogo.

Para mim a equipa revelação deste campeonato foi sem dúvida o nacional da Madeira. Na verdade o Nacional demonstrou inteligência na contratação do prof. Manuel Machado. O prof. esteve durante anos ligado a formação vitoriana, onde porventura desenvolveu um grande trabalho e se habituou a fazer crescer muitos atletas. Foi precisamente isso de aconteceu no Nacional, com uma equipa jovem chegou ao 4.º lugar. Este Nacional poderá, em pouco tempo, tornar-se num crónico candidato às competições europeias. Esperem para ver!

Sem mais me alongar, estamos prestes a chegar a final da taça de Portugal. Desejo a maior sorte aos finalistas e espero que proporcionem aos adeptos um óptimo espectáculo.

26