PUB
Mário Rodrigues tomou posse como Director do AVET
Domingo, Maio 31, 2009

“De todos, com todos e para todos” vai ser o lema que o novo director vai tentar implementar na escola nos próximos quatro anos.

Mário Rodrigues, no seu discurso de tomada de posse do Agrupamento Vertical de Escolas das Taipas (AVET), defendeu uma escola mais exigente, em constante adaptação às novas realidades e uma escola que estabeleça e fortifique as parcerias com a comunidade envolvente. Para atingir essas metas conta com uma equipa motivada e aposta numa liderança exercida com transparência, flexibilidade, responsabilidade e justiça.
O novo director não fugiu das questões polémicas que a educação viveu no ano que agora está prestes a terminar e debruçou-se em particular sobre o novo processo de eleição do director. Referiu que existem professores que defendem que o processo de eleição do director marca o fim da gestão democrática das escolas. “Ouve-se com frequência que este modelo termina com a democracia no interior das escolas e a política, na verdadeira acepção do termo, mais cedo ou mais tarde tomará conta dos destinos da Escola.”
Ao trazer para grande plano este tema, acabou por, de certa forma, condicionar os discursos de António Magalhães e José Figueiredo que fizeram questão de também se pronunciar sobre o assunto. Ambos rejeitaram essa possibilidade. O coordenador do EAE do Médio Ave referiu que, pelo conhecimento que tem do percurso de Mário Rodrigues, essa possibilidade nunca se irá concretizar. Por seu lado, António Magalhães afirmou que os outros órgãos da escola vão estar atentos ao que se passa e que todos devem lutar para que eventuais interesses político-partidários não entrem na vida das escolas.

Reportagem completa na próxima edição do jornal Reflexo.

Artigos Relacionados