PUB
  POLÍTICA   O exemplo de Eanes e o Avepark
Quinta-feira, Outubro 30, 2008

1. Há cerca de duas semanas atrás tomei conhecimento, através da leitura de um jornal nacional, de Ramalho Eanes ter prescindido de um milhão e trezentos mil euros a que teria direito a título de retroactivos relativos à reforma como General que nunca recebeu, pelo facto de, durante mais de duas décadas, não ter podido acumular a reforma do exército com o vencimento que aufere como ex-Presidente da República.

Ora, este nobre gesto ganha ainda mais importância nos dias de hoje em que diariamente somos confrontados com notícias de corrupção, aproveitamento de lugares públicos para favorecimentos pessoais, entre muitos outros comportamentos reveladores de falta de ética e de moral de muitos dos senhores que ocupam lugares públicos.

Trata-se, de facto, de um acto raro de desprendimento dos bens terrenos, por que tantos, de forma por vezes irrazoável e sedenta, lutam.

Posteriormente à leitura de tal notícia, fiquei a saber que esta não foi a primeira vez que Ramalho Eanes adoptou esta postura, uma vez que em 1975 já teria recusado receber o diferencial do seu vencimento aquando de uma subida de posto no exército.

Atitudes destas e Homens deste calibre já escasseiam na nossa sociedade e, por isso mesmo, deixo aqui o meu elogio público ao visado, pelo carácter e honra demonstrados! Que falta fazem mais Homens assim!…

Julgo, todavia, que o gesto de Eanes teria sido ainda mais nobre se, ao invés de recusar receber o dinheiro, o tivesse recebido e entregue a instituições sem fins lucrativos de apoio a crianças, idosos ou desfavorecidos.

2. Foi oficialmente inaugurado este mês o Parque de Ciência e Tecnologia – Avepark, numa cerimónia que não contou com a presença anunciada do Primeiro-Ministro.

Lamentavelmente, continua adiada a ligação rápida do Avepark à auto-estrada.

Muitos elogios se ouviram: – à Universidade do Minho, à Câmara Municipal de Guimarães e ao Parque de Ciência e Tecnologia do Porto.

Todavia, não poderia esquecer-me de aqui deixar um elogio e um agradecimento públicos a um Homem que tem estado na retaguarda mas que será, eventualmente, o maior responsável pela realização e concretização deste sonho. Falo, obviamente, do Eng.º Carlos Remísio. Sozinho não conseguiria levar avante este projecto, mas sem o seu empenho, coragem, dinamismo e profissionalismo o Avepark não seria o que é hoje… Parabéns, portanto, por mais esta vitória!

26