PUB
Músico de Caldas das Taipas seleccionado para a Orquestra de Jovens da União Europeia
Quinta-feira, Maio 1, 2008

Válter Freitas, natural de Caldas das Taipas, foi um dos 12 músicos portugueses seleccionado, para integrar a Orquestra de Jovens da União Europeia (OJUE).

Nas audições que decorreram por toda a Europa e num universo de 953 candidatos, entre os músicos portugueses, Válter Freitas (Violoncelo) acabou por integrar o grupo dos membros de reserva desta orquestra para a temporada de 2008/09.
Fundada há 30 anos, com o objectivo de juntar os mais talentosos jovens instrumentistas da União Europeia, a OJUE realiza anualmente audições em cada um dos países da UE para preencher 140 lugares disponíveis.
Os candidatos aprovados – entre os 14 e os 24 anos – têm a oportunidade de trabalhar com professores especializados de instrumento e de tocar em todo o mundo com maestros e solistas de renome. Os cursos estão organizados num período de duas semanas de ensaios gerais e de naipes com professores de orquestras e conservatórios da Europa, seguido de uma digressão de cerca de 10 concertos.

Portugal faz parte da Orquestra de Jovens da União Europeia desde 1986. A participação portuguesa é suportada pela Direcção-Geral das Artes/ Ministério da Cultura e pelo Instituto Camões/ Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Válter Freitas iniciou os seus estudos de Violoncelo com sete anos de idade, e com dez anos ingressou no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga, na classe do professor Jorge Ribeiro. Entre 1999 e 2003 participou no Concurso Regional de Instrumentos de Cordas de Braga, tendo obtido 1º e 2º prémios. É regularmente convidado a participar em concertos pela Orquestra Sinfónica da Póvoa de Varzim sob a Direcção de Osvaldo Ferreira.
No ano de 2003/04 frequentou o 7º Grau de Violoncelo, na EPABI (Covilhã), com o
professor Miguel Rocha. Em 2005 foi encorajado pelo Júri da Orquestra Jovens Músicos da União Europeia e obteve o 2º prémio e prémio “Melhor Concorrente
Covilhanense” do Concurso Internacional “Júlio Cardona”.
Entre 2004 e 2008 completou o 8º grau no Conservatório Nacional de Lisboa na classe da professora Catherine Stryncks. Actualmente frequenta o 2º ano da licenciatura em música na Academia Nacional de Orquestra em Lisboa.

Artigos Relacionados