PUB
  SAÚDE   Chegou o verão…
Quinta-feira, Agosto 2, 2007

Um pouco atrasado, talvez… Já só pensamos nas férias, na praia e no bronzeado. E está tudo bem, se tivermos em conta algumas precauções. É que o verão também pode trazer queimaduras e o golpe de calor… E lá se foram as férias!

O que é o golpe de calor?
É uma situação resultante da exposição prolongada ao calor num local fechado e sobreaquecido, como por exemplo um carro fechado ao sol, ou da exposição prolongada ao sol, como na praia, e que pode levar à morte.

O que sentimos?
Devemos desconfiar de golpe de calor quando apresentamos febre alta, dores de cabeça, tonturas, pulso rápido e forte, náuseas, confusão, perda de consciência, contracções musculares, pele vermelha, quente e seca.
Não podemos esquecer que, o golpe de calor pode deixar danos irreversíveis, e pode mesmo provocar a morte.

Quem é especialmente vulnerável?
Devemos ter especialmente cuidado com as crianças, o idoso, o obeso, o portador de doenças crónicas (problemas cardiovasculares, respiratórios, renais, diabetes, alcoolismo), pessoas com problemas de saúde mental, doentes medicados com alguns tipos de medicamentos, e acamados…

Como nos podemos proteger?
Proteger do sol e do calor. Convém evitar a exposição directa ao sol, especialmente entre as 11 e 16h. Na praia o guarda-sol não nos protege do sol, e a água do mar reflecte os raios solares podendo provocar queimaduras solares. Sempre que nos expusermos ao sol ou andarmos ao ar livre devemos usar protector solar com factor de protecção sempre superior a 30, e usar chapéu de abas largas e óculos de sol escuros.

Devemos preferir a roupa larga, de algodão e de cores claras. Os esforços físicos devem ser reduzidos e devemos repousar com frequência em locais à sombra, frescos e arejados.

Temos de ter especial atenção com as crianças: deverão usar um protector solar apropriado e proteger a cabeça delas com chapéu de abas.

Nos dias de grande calor as crianças e os idosos não devem ir à praia! Beber e fazer uma alimentação equilibrada. Devemos aumentar a ingestão de água (2 a 3 litros para um adulto saudável) ou de sumos de fruta, sem adição de açúcar, mesmo sem ter sede. Evitar bebidas alcoólicas, gaseificadas, com cafeína ou com açúcar, porque podem provocar desidratação.
Devemos fazer refeições leves, pouco condimentadas e mais frequentes. Ofereça água às crianças!

Devemos permanecer 2 a 3 horas por dia num ambiente fresco. Em casa, em centros comerciais, museus ou outros locais com ar condicionado. No período de maior calor, um banho ajuda, mas com o cuidado de evitar diferenças bruscas de temperatura.

Em casa
Evitar que o calor entre, correndo as persianas ou fechando as portadas, e mantendo o ar a circular. Durante a noite devemos abrir as janelas e usar menos roupa na cama.

Em viagem
Se o carro não tiver ar condicionado, não devemos fechar completamente as janelas.
Devemos levar água ou sumos sem açúcar.
Sempre que possível, viajar durante a noite.
Não permanecer em viaturas expostas ao sol!
Nem deixar as crianças dentro do carro, por elas estarem a dormir!

Desejo a todos um verão com saúde! Boas férias!