PUB
  SAÚDE   Informatização dos consultórios
Quinta-feira, Junho 1, 2006

No nosso dia a dia todos temos reparado que, cada vez mais, estamos rodeados de tecnologia informática. Computadores viam-se por tudo quanto era sitio, só estando ausentes das secretárias dos médicos do C. de Saúde das Taipas. No entanto tudo tem um fim e finalmente eles chegaram. Embora ocupem um espaço precioso em cima das pequenas secretárias, os utentes já começaram a ver os resultados.

Assim e se o leitor é daqueles que na última semana ainda não recorreu ao Centro de Saúde, fica a saber que os “papéis” que de lá trazia, de diferentes tamanhos e cores, passaram a apenas um formato, o das bem conhecidas folhas A4. Assim, por exemplo, as receitas que por vezes os farmacêuticos num verdadeiro trabalho de detective, se esforçavam por decifrar, vêm agora numa luzidia folha A4, repleta de código de barras, com letra que até um menino do 1º ano do básico consegue ler! As “baixas”, antigamente passadas em papel triplicado, saem agora numa das referidas folhas, apenas em duplicado.

E que dizer das análises clínicas, que davam um trabalhão a escrever e que agora saem direitinhas, separadas dos Rx, ecografias, ECG etc? Um regalo.

Por outro lado, depois da consulta, todos os utentes tinham que passar novamente pela secretaria para carimbar todos os documentos. Agora não é necessário. Acabada a consulta os utentes podem ir logo para casa sem passar pele secretaria. Até os administrativos andam mais contentes!
Outras das vantagens do sistema diz respeito ao agendamento das consultas. Mal chega, o médico sabe exactamente quantas consultas estão marcadas e quais os utentes que vai atender. Pode ainda agendar uma próxima consulta e ficar logo marcada, para os utentes que o justifiquem.

Claro que, de inicio, todos têm que ter um pouco de paciência, porque as coisas nem sempre saem à primeira, podendo demorar um pouco mais a consulta. No entanto, com o tempo, tudo vai rolar melhor.

Pensamos que a informatização dos consultórios será uma mais valia para todos.

26