Número 50 do Trigal. Estará o jornal escolar fora de moda?
Segunda-feira, Abril 6, 2015

Jornal “Trigal” conta já com 27 anos de existência. Venceu vários prémios de jornalismo escolar. No número de Março de 2015 o jornal é rico na descrição das actividades que se desenvolvem na escola e assinala o centenário da I Guerra Mundial.

Saiu a edição de Março do jornal escolar Trigal, da Escola Secundária das Caldas das Taipas. O jornal dá destaque de capa à Semana da Ciência e Tecnologia, conjunto de actividades que decorreu naquela escola entre 23 e 26 de Fevereiro e que envolveu os alunos e professores na discussão de temáticas como a física, matemática, astronomia e ambiente.

O jornal inclui também um suplemento dedicado ao centenário da I Grande Guerra, que envolveu os grandes blocos mundiais entre 1914 e 1918. O suplemento dá conta, numa cronologia, dos principais acontecimentos que moldaram o mundo, em particular a Europa.

Os alunos da disciplina de Ciência Política, do 12.º ano, entrevistaram o presidente da Junta de Freguesia de Caldelas, Constantino Veiga. Os propósitos da visita da turma G eram de “elucidar os alunos acerca da organização política, das competências do poder local” e tomar contacto com “o exercício do poder político”.

Constantino Veiga explicou aos alunos a orgânica do executivo e as respectivas funções de cada um dos seus membros. Quando instado sobre as relações da Junta de Freguesia com a Câmara Municipal, o presidente da junta responde que “a relação é melhor agora que anteriormente”. Explicando a seguir que “a Câmara Municipal não investia muito na vila e as pessoas da vila sentiam-se injustiçadas”.

O jornal, de 24 páginas, contém o relato de várias actividades que se vão desenvolvendo na escola, artigos de desporto e de opinião. No artigo de abertura do jornal o professor Alfredo Oliveira ironiza sobre o papel do jornal escolar (de todos os jornais) nos dias de hoje – “O Trigal está fora de moda” porque é de papel e por isso dificilmente se torna viral. Tem muitas letras e por isso precisa de ser lido. Estarão os jornais fora de moda?

Texto Paulo Dumas Foto Arquivo Reflexo