PUB
“Atentados” ambientais no rio Ave chegam à Assembleia da República
Quinta-feira, Janeiro 22, 2015

A deputada do PCP na Assembleia da República, Carla Cruz, pediu esclarecimentos ao Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, sobre as denúncias de “atentados” ambientais no rio Ave, nas Taipas.

A deputada comunista, com base numa notícia de um órgão de comunicação local, dando conta da solicitação do município de Guimarães para a realização de uma reunião urgente com a Agência Portuguesa do Ambiente do Norte e com o Comandante Territorial do Serviço de Proteção da Natureza, Ambiente e Proteção Animal (SEPNA) da GNR para “analisar os recorrentes atentados ambientais que se têm registado no rio Ave” que, entretanto, se realizou na passada segunda-feira, dia 19 de janeiro, solicitou ao Governo para que, por intermédio do Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, lhe fossem prestados os seguintes esclarecimentos:

1- Confirma o Governo a existência de “atentados ambientais” no Rio Ave na Vila das Taipas? Se sim, qual a natureza desses “atentados ambientais” e qual a recorrência/ frequência desses “atentados ambientais”?

2 – Que diligências foram tomadas pela Agência Portuguesa do Ambiente de acompanhamento desta situação? Solicito que a informação seja enviada de forma desagregada por tipo de intervenção, resultado da intervenção e por data da realização da diligência?