Antiga escola básica de Balazar cedida ao Centro Social Padre Manuel Joaquim de Sousa
Antiga escola básica de Balazar cedida ao Centro Social Padre Manuel Joaquim de Sousa
Paulo Dumas
Quinta-feira, Maio 10, 2018

O edifício escolar foi inaugurado em 1998, mas encontra-se desativado desde 2009. A Câmara Municipal de Guimarães aprovou uma proposta de cedência do equipamento por comodato ao Centro Social das Taipas, para aí instalar valências de apoio a indivíduos portadores de deficiência.

A Câmara Municipal de Guimarães cedeu ao CSPMJS, em regime de comodato e pelo prazo de 20 anos, o antigo edifício escolar de Balazar para a criação de um Centro de Atividades Ocupacionais direcionado para pessoas com deficiência. Deste modo, o CSPMJS pretende estender a sua ação a pessoas portadoras de deficiência, com mais de 18 anos, proporcionando-lhes alternativas para que vejam continuado o trabalho iniciado no seu percurso escolar.

Este novo Centro de Atividades Ocupacionais é visto pelo Centro Social como um recurso fundamental na luta pela inclusão, ajudando a uma maior e eficiente participação cívica e social de parte da população com deficiência. Com este recurso a funcionar, estão reunidas “condições para um trabalho terapêutico, formativo e social de jovens e adultos com necessidades especiais e suas respetivas famílias, colmatando desta forma a lacuna que nesta vertente se constata no concelho de Guimarães”, como se pode ler na proposta aprovada na reunião do executivo vimaranense a 10 de maio.

Esta nova valência a ser criada pelo CSPMJS já obteve pareceres favoráveis do Conselho Local de Ação Social e do Centro Distrital da Segurança Social. A cedência em regime de comodato por 20 anos é justificada pelo facto de ser necessário o recurso ao fundo de socorro social para financiamento da implementação desta nova resposta social, sendo um dos requisitos imprescindíveis à aprovação da candidatura de financiamento, sem o qual não será viável para o CSPMJS avançar com este projeto.

Recorde-se que a escola do ensino básico de Balazar foi desativado no final do ano letivo 2009/2010, tendo a União das Freguesias de Sande S. Lourenço e Balazar concordado com esta cedência ao CSPMJS.

Assim, o CSPMJS poderá acrescentar mais uma valência às atuais em funcionamento: creche, pré-escolar, A.T.L, centro de dia, apoio domiciliário e lar de terceira idade.