PUB
André Coelho Lima quer desmunicipalizar a Cultura
André Coelho Lima quer desmunicipalizar a Cultura
© Direitos Reservados
Terça-feira, Setembro 26, 2017

Desmunicipalizar a cultura e apoiar as associações são as principais bandeiras do capítulo da cultura no programa eleitoral da Coligação Juntos por Guimarães. André Coelho Lima apresentou ideias esta manhã, em frente ao Teatro Jordão.

A Coligação Juntos por Guimarães defende que “é tempo de uma nova forma de relacionamento entre a autarquia e os agentes culturais locais, reforçando a formação de públicos e, sobretudo, estimulando a produção e criação artística”. “Um maior reconhecimento e valorização do papel das associações e coletividades, dos grupos de etnografia e folclore, dos artistas, programadores e gestores culturais” é outro dos pontos do programa para a área cultural apresentado na manhã desta terça-feira, 26.

Para a candidatura liderada por André Coelho Lima, deve haver “uma maior articulação da parte pública, privada e associativa na programação cultural”, vincando que “não acreditam na  municipalização da Cultura”: “Não acreditamos que caiba à autarquia e às suas estruturas municipais o monopólio da atividade cultural”.

“Reforçar o serviço educativo e cooperação entre as escolas e o tecido cultural e museológico de Guimarães, contribuindo para a criação de massa crítica e conhecimento da nossa História e Património”, “realizar uma gestão integrada e sustentável dos equipamentos culturais”, “promover iniciativas culturais, com os meios dignos necessários, em todo o Concelho e não só na cidade” e “valorizar a cultura popular, etnográfica e tradicional” são as propostas anunciadas. A Coligação Juntos por Guimarães vinca que “a Cultura será uma área central da afirmação e desenvolvimento do concelho”. Em termos concretos, a Coligação Juntos por Guimarães quer criar uma bolsa criativa para o apoio às artes” e ainda disponibilizar um Gabinete Municipal de apoio às associações para o apoio logístico e técnico”.

Artigos Relacionados