PUB
Alunos de termalismo associam-se a ação de solidariedade
Alunos de termalismo associam-se a ação de solidariedade
Direitos Reservados
Segunda-feira, Março 6, 2017

Resultado das “massagens solidárias” contribuirá para custear uma intervenção cirúrgica que ascende a 35 mil euros. Carlota, de 4 anos, sofre de paralisia cerebral.

Durante a semana de 6 até 9 de março os alunos do curso profissional de Técnico de Termalismo, da Escola Secundária de Caldas das Taipas, irão associar-se às ações de solidariedade, que estão a ser levadas a efeito para ajudar a Carlota – uma menina de quatro anos, que necessita de um tratamento para a hemiparesia de que padece.

Assim, por iniciativa dos alunos, durante esta semana irão ser realizadas massagens, no salão Studio C, localizado na Rua Professor Manuel José Pereira, em frente à Escola Secundária. A totalidade da verba resultante das massagens serão entregues aos pais da menina, como contributo para a intervenção cirúrgica.

Para esta intervenção serão necessários 35 mil euros, sendo que o tratamento consistirá na introdução de células-tronco no organismo da criança, num centro de tratamento localizado na Tailândia. Os pais da criança terão até dia 10 de março para decidir, junto dos serviços médicos, se avançam para o tratamento.

A Carlota sofreu um AVC quando estava ainda em fase de gestação. A paralisia cerebral é uma consequência direta desse acidente. A intervenção permitirá à Carlota ter uma vida independente.

Os pais da menina têm-se desdobrado em esforços, tendo contado com a ajuda de várias instituições e personalidades. Desde há cerca de dois anos que têm sido organizadas várias iniciativas de mobilização, para ajudar a menina de quatro anos, de Vila Nova de Sande.