PUB
Agrupamento de Escolas das Taipas entre os que mais reutiliza manuais escolares
Agrupamento de Escolas das Taipas entre os que mais reutiliza manuais escolares
Manuel Silva
Sexta-feira, Dezembro 13, 2019

O concelho de Guimarães teve o maior número de escolas distinguidas pela reutilização de manuais escolares.

Os Agrupamentos de Escolas das Taipas, Virgínia Moura, Abação estão entre as 20 escolas a nível nacional que mais reutilizaram manuais escalares. Pelo resultado obtido, receberam prémio de 10 mil euros cada um.

A distinção foi obtida no âmbito da campanha Escola Mega Fixe, promovida pelo Governo no sentido de “promover a sustentabilidade económica e sustentabilidade ambiental”, salientou Susana Amador, Secretária de Estado da Educação, na Sessão de entrega de prémios às 20 escolas públicas que mais manuais escolares reutilizaram e que se realizou ontem, 12 de dezembro, na escola Francisco de Holanda, em Guimarães. Guimarães, no conjunto das suas escolas distinguidas, obteve uma média de reutilização superior a 77%, com o Agrupamento de Escolas Virgínia Moura a registar uma taxa de 78,71%, o Agrupamento de Escolas das Taipas de 78,34% e Agrupamento de Escolas de Abação de 77,7%.

A cem escolas que não conseguiram entrar no top 20 mas, mesma assim, conseguiram uma média de reutilização superior a 60%, foi entregue selo distintivo da iniciativa. %. O ranking definido pelo Ministério da Educação resulta do cálculo feito a partir do número de manuais que cada escola regista no portal dos manuais, através da plataforma MEGA, onde são feitas as “encomendas”.

A Vereadora da Educação da Câmara Municipal de Guimarães, Adelina Pinto, mostrou-se “satisfeita” pelo exemplo das escolas vimaranenses na forte adesão à campanha de reutilização de manuais escolares. “Os resultados apresentados pelas nossas escolas correspondem a uma orientação que tem sido prioritária em Guimarães, assente na área da sustentabilidade ambiental. Temos exemplos vários com a atribuição do Galardão Eco Escolas e a participação no PEGADAS, um Programa de Educação e Sensibilização Ambiental para Guimarães que assenta na estratégia para o concelho ao nível do desenvolvimento sustentável e promoção de políticas para o ambiente, ecológicas e inclusivas”, referiu Adelina Pinto.