PUB
Academia Portuguesa de Cinema premeia projeto com participação taipense
Academia Portuguesa de Cinema premeia projeto com participação taipense
Bruno Ferreira
Sexta-feira, Fevereiro 19, 2021

A curta-metragem Igor venceu o prémio Melhor Curta-Metragem de Ficção dos Prémios Sophia Estudante, atribuídos pela Academia Portuguesa de Cinema. A jovem taipense Inês Paredes faz parte deste projeto.

Recorde-se que este é um projeto interativo filmado em contexto académico que inclusive foi difundido na RTP, tendo sido criado pelo coletivo Igor Montoya, um grupo de seis alunos do Mestrado em Cinema, da Universidade da Beira Interior, no qual Inês paredes está incluída, tal como o Reflexo deu conta em agosto.

O concurso Sophia Estudante vai já na sétima edição e na categoria em que a curta-metragem ‘Igor’ está inserida no segundo e terceiro lugar ficaram, respetivamente, os projetos ‘O Copo’ e ‘Alvorada’.

Na categoria Melhor Curta-Metragem de Ficção o júri foi composto por Ana Vilela da Costa (Actriz), João Lança Morais (DF), José Farinha (Realizador), Sérgio Praia (Actor) e Edgar Medina (Produtor/ Guionista).

A Academia Portuguesa de Cinema institui os Prémios Sophia Estudante como forma de incentivar e premiar os futuros cineastas como também estimular os institutos de ensino e o seu corpo docente a partilharem os resultados dos trabalhos desenvolvidos em contexto escolar.