PUB
A Obra do Centro
Sábado, Outubro 10, 2020

Caro Leitor,

Passados alguns anos do início do projeto de requalificação do centro cívico da nossa Vila, com muito trabalho preparatório onde se incluíram sessões de esclarecimento com a população, muito concorridas, com avanços e recuos no projeto, com um travão deste executivo da Junta de Freguesia em 2017 para tentar ainda melhorar alguns pontos do projeto que eram preocupantes (e alguns continuam a ser) eis que finalmente teremos a tão desejada obra no terreno.

Viveremos certamente tempos difíceis com os muitos contratempos que a obra irá provocar no nosso quotidiano. Será ainda mais difícil para os moradores e comerciantes afetados diretamente por esta intervenção. Mas um projeto desta envergadura, no valor de 5.000.000€, não pode ser executado sem estes transtornos. Temos relatos destes acontecimentos em todas as cidades onde são feitas intervenções de fundo como esta irá ser.

Na minha opinião uma das maiores preocupações será a falta de acesso, de carro, ao comércio existente no centro. Tenho certo para mim que o melhor que podemos fazer é incentivar as pessoas a deixar o carro no espaço da feira semanal e em dois passos aceder ao comércio local. No futuro a criação de bolsas de estacionamento é indispensável.

A nível do comércio haverá atividades que terão um impacto mais negativo do que outras. Penso que o movimento de trabalhadores e outras pessoas ligadas à obra poderá ter impacto positivo em alguns setores.

Mas estou plenamente convencido que, neste tempo de pandemia em que vivemos, a renovação do centro cívico deixará Caldas das Taipas na linha da frente para a retoma económica e social que todos desejamos e acreditamos que aconteça nos pós pandemia.

Teremos uma vila moderna, de onde sairão valorizados todos os espaços comerciais existentes e com certeza outros irão aparecer.

Sairão valorizados também as habitações existentes na área intervencionada. Penso até que esta intervenção irá alavancar a recuperação de alguns edifícios que estão degradados e que renascerão em conjunto com esta obra.

Teremos esplanadas amplas e com condições de circulação das pessoas que atrairão as pessoas ao centro o que irá beneficiar os estabelecimentos de restauração aí existentes.

Depois da tempestade virá a bonança e a única certeza que tenho é que Caldas das Taipas não pode desperdiçar, nem mais um dia, a oportunidade de se modernizar e preparar para o futuro. Já esperamos tempo demais!

Esta obra será o futuro de Caldas das Taipas por muitos anos!

Venha o futuro!