PUB
Xadrez da UMinho vence torneio no Porto
Terça-feira, Novembro 20, 2007

O I Open de Apuramento do Campeonato Nacional Universitário de Xadrez, foi ganho por Orphe Bolhari, na última sexta-feira, 16 de Novembro.

O iraniano Orphe Bolhari, estudante de Língua Portuguesa na Universidade do Minho (UM), venceu o I Open de Apuramento do Campeonato Nacional Universitário de Xadrez, realizado na última sexta-feira, 16 de Novembro, no Museu Nacional Soares dos Reis, na cidade do Porto. Com 50 pontos ganhos, o representante da UMinho assumiu a liderança do ranking universitário de xadrez. Com dois Open`s ainda para realizar em Aveiro e Braga, só os 16 melhores colocados do ranking têm vaga assegurada na competição nacional.

O I Open foi organizado pelo Gabinete de Atividades Desportivas da Universidade do Porto (Gadup). Quinze enxadristas participaram do evento, sendo dois representantes da Universidade do Minho, sete da Universidade de Aveiro, três da Universidade de Lisboa e três da própria Universidade do Porto. Na classificação final, Orphe Bolhari deixou na segunda colocação Gustavo Pires, de Aveiro, que marcou 45 pontos no ranking. A terceira posição teve um empate triplo: João Costa e Marco Viela, do Porto, e Francisco Castro, também de Aveiro (40 pontos). O segundo representante da Universidade do Minho, o húngaro Yuri Horbach, terminou em 11º lugar (13 pontos).

“Estou satisfeito com o resultado, pois neste torneio participaram ótimos jogadores”, disse Orphe Bolhari após a vitória. Ele, que pratica xadrez há 15 anos, revelou que usa programas especializados de informática para desenvolver melhor a análise das estratégias dos adversários. E parece que o treinamento deu resultado, pois na primeira das seis partidas que disputou no torneio, Orphe derrotou o oponente em 10 minutos. Na seqüência, obteve mais três vitórias e dois empates para garantir a primeira colocação. “O xadrez é um fantástico exercício para a mente”, concluiu Bolhari.

As datas dos próximos torneios de apuramento já estão definidas. Os enxadristas voltam a executar suas estratégias no dia 05 de dezembro na Universidade de Aveiro e no dia 03 de março na Universidade do Minho. A competição que irá reunir os 16 melhores colocados está marcada para maio de 2008, mas ainda não tem sede definida. “Ainda falta aparecer uma instituição que promova a organização do torneio nacional. Mas isso será apontado em breve, até porque os organizadores do evento poderão indicar um enxadrista como representante da casa”, disse Bernardo Direito, técnico da Federação de Desporto Nacional que acompanhou de perto o I Open e aprovou o nível técnico do evento: “são bons competidores, cada um com seu estilo. Eles e outros mais se encontrarão para novas disputas em Aveiro e Braga, vai ser interessante”.

Texto: Victor Uchôa*

* Em parceria com o Departamento de Desporto e Cultura dos Serviços de Acção Social da Universidade do Minho.

Artigos Relacionados