PUB
Votação de subsídio retirado da agenda
Quinta-feira, Fevereiro 7, 2008

Vítor Ferreira, vereador eleito pelo PSD sugeriu a retirada do ponto da agenda da reunião dos vereadores da câmara. Faltava saber explicitamente qual o valor global do projecto do parque de lazer da vila de Brito.

Durante a reunião de hoje da vereação da Câmara Municipal de Guimarães o ponto da agenda que respeitava à atribuição de um subsídio à Junta de Freguesia de Brito, sob a forma de doação de terrenos, mereceu discussão alongada.

Propunha-se que os lotes em causa, localizados junto ao actual parque de lazer da vila Brito, fossem doados à Junta de Freguesia. Estes terrenos seriam, depois de efectivada a doação, vendidos pela própria Junta de Freguesia como forma de compensação pelo investimento efectuado no Parque de Lazer de Brito, por aquela autarquia.

Vítor Ferreira, do PSD, colocou em causa a proposta por nela não constar o valor total da obra de construção do Parque de Lazer de Brito e, por isso, não perceber qual a proporção do subsídio que estava a ser votado, resumido ao valor patrimonial dos terrenos – 198 mil euros.

Esta questão não foi clarificada por qualquer elemento do executivo. Nem o presidente da Câmara Municipal de Guimarães, nem o respectivo vereador da pasta do urbanismo tinham em mãos o valor do custo do parque de Brito. Por essa razão, o presidente António Magalhães decidiu retirar da agenda a votação deste ponto, para rectificação do texto da proposta, que deverá voltar à agenda numa das próximas reuniões

Subsídio para aquisição de viatura para o Clube Caçadores das Taipas
Na mesma reunião foi aprovado a atribuição de um subsídio ao Clube Caçadores das Taipas, no valor de 2.500 euros, para a aquisição de uma viatura para transporte de atletas.

Artigos Relacionados