PUB
Verba remanescente da II Edição do Orçamento em discussão na reunião de Câmara
Quarta-feira, Janeiro 21, 2015

A proposta é apresentada pelos vereadores da coligação Juntos por Guimarães. Pretendem que a verba remanescente do valor orçamentado para a II Edição do OP 2014 (772 mil euros), seja atribuída, excecionalmente, às Juntas de Freguesia

Como critério de distribuição, os vereadores do PSD e do CDS defendem que seja utilizado o mesmo que é aplicado na distribuição dos montantes anuais disponibilizados pelo Fundo de Financiamento de Freguesias.

Como é do conhecimento público, a segunda edição do Orçamento Participativo de Guimarães tinha previsto um milhão de euros para ser distribuído pelas propostas vencedoras. Depois da anulação da primeira votação o processo viria a terminar a 27 de novembro de 2014, tendo sido declaradas três propostas vencedoras, totalizando 228 mil euros para os custos da sua implementação. A “Requalificação do ringue da Escola EB1 de Motelo”, em Fermentões, com o valor de 42 mil euros; “Corredoura, Lazer e Tradição”, em S. Torcato (86 mil euros) e “Dinamizar o Parque de Selho”, em S. Cristóvão de Selho (100 mil euros), foram as propostas que preencheram os requisitos do regulamento do Orçamento Participativo 2014.

A coligação Juntos por Guimarães sustenta esta sua proposta que será discutida na reunião de Câmara do dia 22 de janeiro, afirmando que as verbas de que dispõem as juntas de freguesia para sua gestão própria, enquanto autarquia local, “são insuficientes para uma intervenção política independente e mais eficaz em prol das populações que representam”. A coligação acrescenta ainda que a verba em causa “já estava cabimentada e cujo dispêndio se encontrava já previsto em sede orçamental, pelo que se tratará apenas da atribuição de um diferente destino às verbas que acabaram por não ser utilizadas no Orçamento Participativo 2014”.