PUB
Um milhão e cem mil euros de apoios municipais a obras nas freguesias para 2016
Sábado, Abril 16, 2016

O executivo vimaranense aprovou, na nona reunião descentralizada realizada em Moreira de Cónegos, a 14 de abril, um conjunto de delegação de competências e respetivos apoios municipais às freguesias que ultrapassam o milhão de euros.

A proposta viria a ser aprovada por maioria com o voto contra dos vereadores da coligação Juntos por Guimarães. André Coelho Lima justificou esse voto contra por entender que as freguesias deveriam ter uma maior capacidade de resposta face aos seus problemas e que, por isso, as verbas aprovadas ficam aquém do que a Câmara deveria disponibilizar. A discussão não é nova e Coelho Lima repetiu os argumentos que já tinha utilizado aquando de uma proposta por si apresentada em 2015 (que viria a ser rejeitada pela vereação socialista), em que defendia o reforço das verbas para as Juntas de Freguesia: “A Câmara deveria ter uma visão mais emancipadora e não tão paternalista do papel das juntas de freguesia”. Agora, viria também a socorrer-se das palavras do presidente da Junta anfitriã desta reunião descentralizada, Paulo Renato, que no seu discurso de boas vindas afirmou que “as juntas têm pouca capacidade de realizar obra sem o apoio da Câmara”.

Domingos Bragança, tal como em 2015, rejeitou os argumentos da coligação Juntos por Guimarães, defendendo que as “juntas de freguesia apresentam realidades muito diferentes e não podemos tratar as freguesias de uma forma igual, temos de ter o papel de corrigir as assimetrias existentes no concelho”. Sobre as declarações de Paulo Renato, o presidente da Câmara tem um entendimento diferente do apresentado por Coelho Lima: “O que o presidente da Junta pretendeu transmitir é que efetivamente as juntas não têm a capacidade técnica existente na Câmara para poder levar a cabo determinadas obras”. Domingos Bragança concluiu a sua intervenção referindo que as verbas agora aprovadas tiveram em conta a área geográfica de cada freguesia e o seu número de eleitores.

Publicam-se algumas dessas intervenções e os respetivos apoios municipais.
Barco: Execução do projeto e da obra de ampliação do Cemitério de Barco – 12.200,60€.
Brito: Obras e aquisição de equipamento para o edifício “Espaços Criativos” – 31.438,00€.
Caldas das Taipas: Pavimentação da rua do Tojal – 33.000,00€.
Figueiredo: Alargamento da Rua de S. Paio com construção de muros e passeios – 22.949,23€.
Gonça: Alargamento da Rua Jerónimo de Carvalho – 17.227,72€.
Longos: Construção de muro de suporte de terras na Rua do Outeiro da Cheira e alargamento e construção de muro de suporte de terras na Rua dos Pedrais – 8.400,17€. Execução do projeto e construção de sanitários de apoio à Capela Mortuária – 12.000,00€.
Ponte: Requalificação da envolvente da escola E.B.2,3 Mário Cardoso, o acesso ao Centro Escolar e alargamento da Rua Reitor Francisco José Ribeiro – 39.460,30€.
Prazins Sto. Tirso: Requalificação do Parque de Lazer com construção de sanitários – 16.559,19€.
Santa Eufémia de Prazins: Requalificação da zona envolvente à Igreja e futura Capela Mortuária – 9.501,64€.
Sande S. Martinho: Pavimentação da Rua do Bacelo e Rua do Burgão – 18.360,73€.
União das freguesias de Briteiros Santo Estêvão e Donim: Pavimentação da Travessa do Eiteiral (Donim) e 2ª fase da Repavimentação da rua da Boavista – 21.423,05€.
União das freguesias de Briteiros São Salvador e Briteiros Santa Leocádia: Pavimentação da Rua da Agrela (Briteiros S. Salvador) – 12.900,00€ e Alargamento do arruamento no Lugar dos Bairros com execução de muros (Briteiros Sta. Leocádia) – 13.076,40€.
União das freguesias de Sande São Lourenço e Balazar: Pavimentação da Travessa da Raposeira, parte da Rua da Igreja, Rua da Estrada Velha/Pousada e Rua da Urbanização do Garrim – 20.203,77€.
União das freguesias de Sande Vila Nova e Sande São Clemente: Construção de edifício de apoio ao Parque de Lazer – 28.997,58.
União das freguesias de Souto Santa Maria; Souto São Salvador e Gondomar: Alargamento e construção de passeios em vários arruamentos – 24.265,35€ e 2ª fase da Construção dos Balneários de apoio ao Campo de Jogos – 12.120,00€.