PUB
Uma opinião acerca da…
Sábado, Janeiro 11, 2003

…actuação da Junta de Freguesia de Caldelas e Assembleia de Freguesia de Caldelas, ao longo deste seu ”primeiro” de quatro anos de vida.
Junta de Freguesia de Caldelas:
Tendo o Partido Socialista perdido a maioria absoluta dos últimos doze anos, a nova constituição tripartidária da Junta originou, como é perfeitamente lógico, algumas “críticas de café”. Aqui ficam algumas:
– esta nova Junta vai ser como os treinadores do SCP: não comem lá as batatas. (pelo que se vê, caiu em saco roto);
– como é tripartidária, “bão-se comer bibos”. (pelo que se vê, também caiu em saco roto);
– apesar de representarem diferentes partidos políticos (PS, CDU e PPD/PSD-CDS/PP), vão-se entender, pois “outras morais se alebantam*” (pelo que se vê, não caiu em saco roto).
* deve-se entender por “outras morais se alebantam”, o bem-estar, a qualidade de vida, o desenvolvimento sustentável, etc., dos Fregueses das Taipas, Caldas das Taipas, Caldelas, ou então, dos famosos Taipenses, como muitos apregoam que são, só que guardam o dicionário com a verdadeira definição em cofres semelhantes aos que guardam os “carimbos”, impossibilitando assim, que fiquemos a saber se somos Taipenses ou não….
Assim, em relação à actuação da Junta de Freguesia de Caldelas, destaco:
– o saber gerir o presente planeando o futuro;
– o cumprimento das novas orientações quanto ao funcionamento das Juntas de Freguesia;
– a aprovação por unanimidade de quase todas as propostas apresentadas em ordem de trabalho das reuniões de Junta;.
– a conclusão e respectiva inauguração das Obras: Centro Social e Casa da Música, coroando assim o esforço de vários anos de muitas pessoas e entidades. Infelizmente dois elos fortes neste processo não tiveram a alegria de estar presentes “como VIP´s” na inauguração: a Dr.ª Celeste Marques e o Sr. Luís Veloso. É pena, mas a vida também é assim;
– a continuidade das obras de “Santa Engrácia”: Variante e Feira;
– O apoio à Pré-primária e Escolas do 1º Ciclo;
– O trabalho dedicado das duas funcionárias administrativas: Dª Arminda e Dª Rosa. Por falar nisso, é urgente a tal colocação de mais uma funcionária;
– sempre que solicitada, a rápida e eficiente intervenção dos dois funcionários: Sr. Clemente e Sr. Moura.
Assembleia de Freguesia de Caldelas:
Em relação à actuação da Assembleia de Freguesia de Caldelas, destaco:
pela positiva:
– a aprovação (infelizmente) por MAIORIA da Cedência do terreno denominado “Campo da Seara” à Câmara Municipal de Guimarães, sem a qual não seria possível a Freguesia usufruir da prestação de um serviço com várias valências vitais para todos nós, quer no presente, quer para o futuro: o CENTRO SOCIAL;
– a evolução na condução da Assembleia;
– as intervenções dos três “dinossauros” da nossa política local: Eng. Carlos Remísio, Dr. Mário Dias e Dr. Cândido Capela;
pela negativa:
– algumas intervenções de outros membros da Assembleia , que nada trazem de novo, antes pelo contrário;
– as intervenções “políticas” cobertas pela liberdade de expressão, de alguns (sempre os mesmos) cidadãos presentes nas Assembleias.
Também agradeço:
– aos FREGUESES a sua presença regular nas Assembleias, pois atendendo à hora tardia a que têm terminado, só posso concluir que são de facto cidadãos interessados quanto aos verdadeiros problemas da Vila que a todos nós dizem respeito.
Pê eSse final:
apesar de muito bonitas e quiçá originais, não posso deixar de fazer o reparo à colocação tardia das iluminações de Natal, assim como ao facto de as mesmas não cobrirem uma maior área geográfica. Terá sido por dificuldades em apoiar as escadas, pois as ruas estão cheias de buracos sim buracos? (a culpa será do S. Pedro?), ou será pelo facto de ser o desgraçado do contribuinte-pagador a pagar as iluminações e o dinheiro não chegar? Se for, por que não dividir as despesas com o comerciante lucrador-pagador. Caso estes não concordem, quem sabe se não será necessário angariar receitas com a instauração de portagens na CREVCT (Circular Rodoviária Externa à Vila de Caldas das Taipas – vulgo Variante), para pagar esta despesa e financiar outras carências, ajudando assim a reduzir o défice. Fica o pensamento e o desabafo????
Até Fevereiro

26