PUB
Uma crítica de música e a defesa de um comboio/metro a ligar Braga e Guimarães
Domingo, Maio 6, 2007

Mais uns blogues que falam de coisas que nos interessam. A ler:

Importa-se de repetir?

“Dessa irresolução formal da guitarra, afinal a fonte para as descontinuidades preenchidas inteligentemente pelo espargimento do feedback e demais matérias de acaso sónico, com o patrocínio conveniente do baixo e das percussões, nasce um fluido sonoro organicamente rico, é certo, com alguns laivos (mais ou menos envergonhados) de progressismo, mas que, a despeito da competência técnica das composições, não descola peremptoriamente das referências originais.”

Percebeu? Óptimo! Dou-lhe os parabéns.
Fique a saber que é parte de uma crítica ao primeiro álbum dos Smartini.

Se quiser ver o resto (vale a pena), vá a:

apARTES

É a hora do Minho

“No rescaldo da inauguração do Metro do Sul e num momento em que se discute o avanço do Metro do Porto, é a hora dos minhotos se unirem na defesa de um projecto estruturante e vital para a região: a requalificação e ampliação da ferrovia.

Seja por comboio ou por metro, a prioridade tem que passar pela ligação directa entre Braga e Guimarães, com paragem no AvePark (Taipas). 2011 é uma meta aceitável para a conclusão deste projecto, mesmo a tempo do Projecto Guimarães, Capital Europeia da Cultura.”

Leia mais em:

Avenida Central

Artigos Relacionados