Uma Comunidade… um Agrupamento
Sexta-feira, Junho 8, 2012

De palavras anda o mundo cheio….

Para falar de comunidade ou de espírito comunitário, teremos que conhecer, por dentro, a teia de relações, os processos de interação que se estabelecem e os laços humanos que, passo a passo, o vão construindo localmente.

O título desta modesta intervenção é o tema, este ano, das Olimpíadas Castrejas, organizadas neste contexto atípico da comunidade de Briteiros. Este evento que decorre pelo terceiro ano consecutivo pretende envolver as crianças e jovens do Agrupamento de Escolas de Briteiros em atividade desportiva sadia, com o apoio dos pais e encarregados de educação, evento que culminará, no dia 8 de Junho, com uma tarde dedicada, para além da entrega de prémios aos campeões, ao desfile de marchas populares, com a participação de todas as escolas e jardins-de-infância do Agrupamento.

Inserida na mesma dinâmica comunitária, será inaugurada, no dia 2 de Junho, pelas 17,30 horas, uma “Loja Solidária”, resultante da criação formal da Castreja – Cooperativa de Apoio Social e Cultural, C.R.L, cuja sede se situa, versão também ela atípica, na Escola Sede do Agrupamento de Briteiros. Esta loja contou, recentemente, com a importante contribuição em material (camas articuladas, cadeiras de rodas, etc…), gentilmente cedido pela Association Savoirs Sans Frontières, cujo presidente, Sr. Yannick Valette, nos tem visitado e com quem temos vindo a manter contacto de trabalho.

A Comissão Social Castreja tem sido, de facto, o ponto de encontro e articulação das diversas formas de dinâmica social e comunitária, alimentada por esta mescla evidente entre Escola e Comunidade, o que, em Briteiros, deixou de ser entendido como intromissão ou ingerência em assuntos alheios, para passar a ter a conotação de complementaridade de uma prática comunitária