PUB
Termas romanas e Fonte do Ídolo, em Braga, com acesso gratuito e acompanhado
Quinta-feira, Maio 17, 2007

Dois dos mais importantes monumentos da Bracara Augusta estarão abertos durante todo o dia, comemorando o Dia Internacional dos Museus.

As Termas Romanas do Alto da Cividade e a Fonte do Ídolo – proporcionam amanhã (18 de Maio) o acesso gratuito aos seus visitantes, assim comemorando o Dia Internacional dos Museus.

Os dois espaços museológicos, no centro histórico de Braga, podem ser visitados das 9h às 12h30 ou das 14h às 17h30, num contexto de comemoração que procura evidenciar o trabalho dos museus menos visíveis, mas fundamentais para assegurar a preservação e a divulgação das suas colecções e dos seus patrimónios, bem como para reforçar a sua aproximação à diversidade de públicos.

As Termas Romanas do Alto da Cividade, classificadas como monumento nacional, situam-se no Alto da Cividade (Rua Rocha Peixoto), na freguesia urbana com o mesmo nome, e – concordam os investigadores – foram construídas nos inícios do século II, juntamente com um teatro anexo, situando-se perto do “forum” administrativo da “Bracara Augusta”.

Localizada fora do perímetro da muralha medieval (Rua do Raio), a Fonte do Ídolo é, por seu turno, o único monumento romano que sobreviveu intacto até aos nossos dias. Trata-se de um santuário rupestre, dedicado a uma divindade fluvial indígena – “Tongoenabiago” – mandado construir por Celico Fronto, originário de Arcóbriga. Talhado no granito, o monumento desenvolve-se numa superfície vertical, onde se encontram as dedicatórias, bem como os relevos esculpidos. Escavações efectuadas nos anos 50 permitiram descobrir bases e fustes de colunas, tégulas, ímbrices e aras epigrafadas, sugerindo a existência de um templo, ou de outra construção associada ao santuário, embora esta hipótese não tenha sido comprovada em escavações.

Artigos Relacionados