PUB
Slimmy e Monstro Mau são os primeiros nomes conhecidos do cartaz deste ano
Quarta-feira, Julho 25, 2007

A estrutura do cartaz deverá conter seis bandas em cada noite. As primeiras das quais já são conhecidas – Slimmy e Monstro Mau. Além da música, a organização promete mais motivos de animação durante os dias do festival.

O cartaz da edição 2007 do Barco Rock Fest apresenta as suas primeiras confirmações oficiais. Slimmy, que há poucos meses actuou no N101, regressa ao vale do Ave para fechar uma das noites do festival; e a banda bracarense Monstro Mau.

Segundo a organização, a cargo do Movimento Artístico das Taipas, o cartaz está a ser ultimado, esperando-se para os próximos dias a apresentação das restantes bandas.

As datas de realização do festival apontam para o último fim-de-semana de Agosto (30, 31 e 1 de Setembro), sendo o local escolhido a Praia Fluvial de Barco, na freguesia de Barco (S. Cláudio). Para além do MAT, a equipa da organização conta também com a Junta de Freguesia de Barco.

À semelhança do que aconteceu o ano passado e para além do cartaz de concertos, o recinto será animado com actividades diversas durante os dias em que decorre o festival, promovendo assim a dinamização do espaço naquele período.

Está garantido também um espaço para campismo, por disponibilização da Ilha da Ínsua, espaço recentemente inaugurado pelo Agrupamento de Escuteiros de S. Cláudio de Barco, que se associam assim a esta iniciativa.

Sobre os primeiros nomes anunciados para o cartaz deste ano: Slimmy sabe-se que fará igualmente parte do cartaz de Paredes de Coura deste ano e ainda das Noites Ritual Rock, no Porto. Slimmy é um projecto de Paulo Fernandes que iniciou o percurso sozinho com o auxílio de uma guitarra de uma groove box.

Actualmente o projecto tem uma formação de palco com três elementos (juntando baixo e bateria electrónica). Slimmy está prestes a lançar o disco de longa duração, que está a ser produzido pelo conceituado produtor português Quico Serrano, responsável por trabalhos com BAN, Três Tristes Tigres, Júlio Pereira ou António Pinho Vargas. Também o guitarrista dos James, Saul Davies, está a participar na produção do disco.

No que respeita aos Monstro Mau, são oriundos de Braga. Este projecto surge na sequência de um outro chamado Big Fat Mama. A banda auto-descreve-se como “uma banda aparentemente normal com uma sonoridade marcada pelo Funk, o Rock, e o Folk das décadas de 60 e 70. O groove, a energia rock e a boa disposição são os elementos usados ao vivo por este quarteto malvado como forma de cativar o público para de seguida os mergulhar na desgraça, fazendo-os permanecer o resto das suas vidas numa especie transe”.

Os Monstro Mau preparam-se também para lançar, muito em breve, o seu primeiro álbum.

blog oficial BARCO ROCK FEST

Artigos Relacionados