Selo de Cidade Inteligente para projeto sustentável da Câmara de Guimarães
Sábado, Março 7, 2015

O projeto para regular, numa primeira fase, a intensidade da luz pública em 15 das 48 freguesias do concelho foi distinguido com o selo “A Smart Project for Smart Cities”. Em Guimarães, consumos de energia pública foram reduzidos na ordem dos 30%, traduzidos em cerca de 98 mil euros por ano.

Promovida pela INTELI – Inteligência em Inovação, Centro de Inovação, a cerimónia decorreu no dia 5 de março, no Centro de Congressos de Lisboa, no âmbito da “Green Business Week – Semana Nacional para o Crescimento Verde”. “A Cidade Inteligente é um caminho muito importante no desiderato que Guimarães pretende levar a cabo na construção de uma cidade verde”, afirmou o vereador Ricardo Costa, a quem foi entregue o prémio em representação do Presidente do Município de Guimarães, Domingos Bragança.

O projeto da Câmara de Guimarães tem como objetivo a modernização das redes de iluminação pública, com a implementação de Reguladores de Fluxo Luminoso em 43 Postos de Transformação no concelho de Guimarães, abrangendo 3200 pontos de luz e permitindo poupança de energia nas instalações de Iluminação Pública.

A execução do projeto do Município de Guimarães teve uma taxa de cofinanciamento de 85%, no âmbito de Eixo 1 do Programa Operacional Regional do Norte, com um investimento elegível aprovado de 368.470€ e uma comparticipação do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.