Rui Reis eleito presidente mundial da TERMIS
Quarta-feira, Fevereiro 6, 2013

O director do Grupo 3B’s, sediado no Avepark, foi eleito presidente mundial da TERMIS – a maior Sociedade Internacional de Engenharia de Tecidos e Medicina Regenerativa.

Trata-se de um dos cargos mais importantes a nível político e estratégico nesta área. A eleição foi feita online por todos os membros registados da Sociedade, que conta com mais de 4000 membros de cerca de 80 países, ligados aos maiores grupos de investigação em Engenharia de Tecidos e Medicina Regenerativa. Curiosamente Portugal, dada a força da sua investigação na área, é o 12º Pais como maior número de membros, apenas atrás dos EUA, Japão, Alemanha, Reino Unido, Espanha, Coreia do Sul, Áustria, Itália, Singapura, Suíça e Holanda.

A TERMIS foi criada com o objectivo de reunir numa única sociedade internacional a grande maioria da comunidade científica ligada às áreas da Engenharia de Tecidos Humanos e da Medicina Regenerativa. É uma sociedade científica Mundial que foca a sua actividade na promoção da investigação e educação na área da Engenharia de Tecidos e Medicina Regenerativa através da organização de conferências regulares, publicações diversas e outras formas de comunicação. Conta ainda com inúmeros sócios clínicos e industriais.

Rui Reis tem vindo a exercer cargos nos principais órgãos da TERMIS desde a sua fundação. Foi inicialmente eleito como Member-at-large para a Europa (represente dos membros Europeus na Direção Mundial), cargo que exerceu durante 3 anos. Foi de seguida eleito Presidente da Secção Europeia, tendo desempenhado essas funções de 2010 a 2012. Na sequência do trabalho desenvolvido neste período, candidatou-se com sucesso este ano à Presidência Mundial da Sociedade, sendo que pelas regras eleitorais da TERMIS fica a exercer o cargo como Vice-Presidente (President-Elect) durante 3 anos (2013-2015) e após esse tempo torna-se, efectivamente, Presidente Mundial da referida Sociedade (2016-2018).

Uma eleição de grande importância para Rui Reis, recentemente reconhecido como o cientista Português com mais publicações de sempre, um dos mais citados por outros autores (e com maior fator h), sendo investigador responsável por mais de 34 milhões de euros (20 milhões para a Universidade do Minho) obtidos em concurso aberto na esmagadora maioria dos casos em concursos internacionais. Representa assim mais um reconhecimento da excelência do trabalho que o grupo 3B´s da Universidade do Minho, sediado no Avepark, nas Taipas, tem vindo a desenvolver, e das características pessoais de Rui Reis, tais como a sua capacidade de liderança, espírito de networking, o seu conhecimento global das evoluções científicas, decisões políticas, regulatórias, etc., que vão emergindo nesta área tão promissora.

PUB

Artigos Relacionados