PUB
Reunião da Junta de Freguesia
Quinta-feira, Dezembro 10, 2009

O executivo da Junta de Freguesia de Caldelas realizou a sua reunião mensal no passado dia 9 de Dezembro.

Constantino Veiga e seus pares, à excepção da vogal Júlia Esteves que esteve ausente, realizaram a reunião pública do mês de Dezembro da Junta de Freguesia de Caldelas, na passada Quarta-feira, dia 9 de Dezembro, pelas 22 horas.

Os assuntos em análise, que preencheram um total de dezanove pontos na Ordem de Trabalhos da reunião, acabaram todos aprovados, de forma unânime, pelos quatro elementos do executivo presentes na reunião.

De todas as deliberações tomadas, algumas, para produzirem efeito, terão ainda de ser aprovadas na próxima Assembleia de Freguesia a realizar, ao que tudo indica, no dia 18 de Dezembro próximo. Assuntos relacionados com a toponímia e postura de trânsito, bem como o Plano de Actividades Plurianual (2009/2013) e o Plano e Orçamento da Junta de Freguesia para 2010, serão alguns dos assuntos a levar pelo executivo à discussão e aprovação na próxima Assembleia de Freguesia.

Nas restantes deliberações, destaque para a intenção do novo executivo de elaborar uma agenda anual onde constem todos os eventos a realizar durante o próximo ano. Para isso deverão, nos próximos tempos, auscultar as diversas associações da vila no sentido recolher as datas dos diferentes eventos a realizar durante 2010.

Outra deliberação a merecer destaque respeita à edição e publicação de um Boletim Informativo, por parte da Junta de Freguesia de Caldelas, onde será dada a conhecer a actividade levada a cabo pelo executivo de Caldelas.

Constantino Veiga e o seu executivo deliberaram ainda não proceder à renovação do contrato de apoio jurídico com a empresa que actualmente presta esse serviço à Junta de Caldelas e que termina no final deste ano.

Uma ressalva ainda para o facto de Constantino Veiga ter iniciado a reunião com a proposta de um voto de congratulações ao Centro Social Padre Manuel Joaquim de Sousa pela recente aprovação da candidatura daquela entidade ao Programa Operacional de Potencial Humano para a Construção de um Lar de Idosos. Proposta que foi aprovada unanimemente pelos quatro elementos presentes.

Texto: Manuel António Silva

Artigos Relacionados