PUB
Reforço do concelho policêntrico eleito como prioridade pelo Fórum para a Sustentabilidade
Segunda-feira, Outubro 16, 2006

O fórum foi aberto à participação pública e faz parte do processo de elaboração da Agenda 21 Local – documento que fornecerá algumas ideias para um desenvolvimento sustentável do concelho de Guimarães.

O terceiro Fórum para a Sustentabilidade elegeu a promoção das novas centralidades no concelho de Guimarães como um dos projectos prioritários para o seu desenvolvimento sustentável. Outros projectos prioritários foram o desenvolvimento de uma Campanha de Promoção e Valorização de Guimarães e a Gestão Sustentável de Áreas Naturais Relevantes.

Estes três projectos, tidos como prioritários segundo a maioria dos participantes no fórum, fazem parte de uma extensa lista de medidas que deverão ser tomadas em conjunto quer pelo município, quer por todo o tipos de outros agentes.

O “Reforço Policêntrico do Concelho” consistirá na assumpção de um sistema de centralidades que deverá estruturar o concelho de Guimarães. As vilas do concelho seriam assim tidas como complementares à cidade, sendo o seu papel reforçado no contexto do concelho. Entre as medidas propostas por este projecto estão a qualificação do espaço público, a atracção de novas funções e equipamentos para essas novas centralidades e conter a dispersão da ocupação do território.

Os recursos naturais e a sua relação com o desenvolvimento social e económico são tidos como centrais pela Agenda 21 Local. Assim, o projecto de “Gestão Sustentável de Áreas Naturais Relevantes” tem o objectivo de proteger e racionalizar a utilização de um conjunto de áreas naturais. A Montanha da Penha foi apontada pela equipa técnica para arranque de um projecto-piloto deste projecto, que posteriormente deverá ser alargado a outras áreas.

Finalmente, o terceiro projecto dos mais votados entre os participantes foi a elaboração de uma campanha de promoção da cidade de Guimarães em toda a “euro-região” do norte de Portugal e da Galiza. Esta campanha teria o objectivo de “promoção turística das marcas identificativas de Guimarães”.

O Fórum para a Sustentabilidade faz parte do processo de elaboração da Agenda 21 Local, um documento indicativo, que deverá fornecer pistas para um desenvolvimento sustentável do concelho de Guimarães. Este fórum foi aberto à participação pública e consistiu no debate dos diversos projectos propostos. O processo encontra-se na fase de definição de Plano de Acção.

Guimarães está a elaborar a sua Agenda 21 Local, integrado no Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular, que integra 18 municípios de Portugal e da Galiza.

O conceito de Desenvolvimento Sustentável abrange três áreas que deverão ser tratadas em conjunto: o ambiente e o desenvolvimento económico e social. Este conceito parte do principio de que as medidas para o desenvolvimento não deverão comprometer a qualidade de vida de gerações futuras.

Texto: Paulo Dumas

Artigos Relacionados