PUB
Recurso do CART inviabilizado pela Federação Portuguesa de Patinagem
Quinta-feira, Maio 14, 2015

A Federação Portuguesa de Patinagem inviabilizou o recurso do CART. A Direção da coletividade taipenses vai recorrer desta decisão para o Conselho de Justiça da referida federação.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Patinagem (FPP) julgou improcedente o recurso apresentado no decurso da semana passada, relativo a eventual utilização irregular de dois atletas, por parte do OC Barcelos, no jogo realizado com os taipenses em outubro de 2014.

Em face desta decisão, a Direção do CART emitiu um Comunicado onde manifesta estar plenamente convicta de que a razão lhe assiste e, por isso, irá interpor novo recurso para o Conselho de Justiça da FPP não esperando, porém, “decisões contraditórias aos pareceres já anteriormente emanados por estes mesmos órgãos a este propósito e congruentes com a informação, que o CART considera errada, sobre o intervalo necessário para utilização de jogadores da equipa A na equipa B, veiculada pela FPP ao OCB e que, possivelmente, terá induzido o OCB a esta atuação irregular”.

A intenção dos dirigentes taipenses é a de queimar todas as etapas de recurso na esfera desportiva para, depois, “poder reportar esta deplorável situação a quem superintende todos os órgãos federativos e, posteriormente e se necessário, recorrer externamente”, como afirmam no documento distribuído à imprensa. Sabendo as implicações desportivas que esta situação acarreta, os taipenses dizem ter “consciência de estar a pugnar pela verdade desportiva dum campeonato nacional da 3ª divisão disputado e vencido, anti regulamentarmente mas legitimado pela hermenêutica, em parte por atletas de 1ª divisão e espera que todos aqueles a quem incumbia zelar por essa verdade, pelos interesses dos jovens atletas genuinamente “B” e pelo cumprimento das disposições regulamentares saibam, oportunamente, tirar as respetivas ilações”.