PUB
Recriar ambiente da Idade do Ferro na Citânia de Briteiros
Quarta-feira, Maio 23, 2007

Visitas guiadas, animadas com figurantes vestidos a rigor, numa iniciativa que pretende aproximar as populações ao património arqueológico castrejo. Esta será a terceira edição da Citânia Viva.

Recriar o ambiente numa comunidade castreja será o propósito de mais uma “Citânia Viva” – uma actividade que na sua primeira edição, realizada há dois anos, foi inserida no projecto Castrenor – Cultura Castreja do Noroeste Peninsular.

A semelhança dos anos anteriores procura-se de uma forma “didáctica e experimental” fazer uma recriação histórica dos tempos da Idade do Ferro, altura em que comunidades se instalaram em vários castros desta região da península ibérica.

A edição deste ano terá início às 12 horas de domingo (2 de etembro), com um “almoço castrejo” e prosseguirá depois, com um sistema de visitas guiadas à citânia, em que figurantes interagirão com os visitantes, de forma a recriar o espaço e as actividades da época.

Esta é a terceira edição da Citânia Viva, que evoluiu da ideia inicial de organizar uma feira castreja, que se realizou em 2004. O evento procura também o envolvimento da comunidade local, numa organização da Casa do Povo de Briteiros, em colaboração com a Sociedade Martins Sarmento, Sociedade Musical de Guimarães e de vários agrupamentos de escuteiros da região. Conta ainda com o patrocínio da Câmara Municipal de Guimarães.

Nota final: esta recriação estava programada para o passado dia 27 de Maio e foi adiada devido ao mau tempo

Texto: Paulo Dumas

Artigos Relacionados