Projecto Despertar lançado com o objectivo de convergência social
Terça-feira, Janeiro 31, 2006

Projecto de intervenção social pretende aproximar populações com perfil social desfavorecido.

Várias entidades que actuam no concelho de Guimarães lançaram, em conjunto, o Projecto Despertar, com o objectivo de intervir junto da população socialmente desfavorecida e residente longe dos centros urbanos, onde diversos recursos estão disponíveis.

Este projecto insere-se no Programa para a Inclusão e Desenvolvimento (conhecido também por Programa Progride), que foi criado na sequência do estudo de “Tipificação das Situações de Exclusão em Portugal Continental” lançado no início de 2005.

São várias as acções programadas que se agrupam em cinco áreas: o emprego, o apoio à infância e juventude, rede de voluntariado jovem e acompanhamento social à população. Aquelas acções serão executadas pela Sol do Ave – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Valo do Ave.

As entidades envolvidas neste projecto são: a Câmara Municipal de Guimarães, a Sol-do-Ave, a Associação Comercial e Industrial de Guimarães, Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais, a Casa do Povo de Briteiros, a Casfig, o Centro de Atendimento a Toxicodependentes, o Centro Distrital de Solidariedade e Segurança Social de Braga, o Centro de Saúde de Guimarães, a Fraterna e a Fundação Stela e Oswaldo Bonfim.

Texto: Paulo Dumas

PUB

Artigos Relacionados