PUB
Programa diversificado para homenagem de Guimarães a “Zeca” Afonso
Terça-feira, Fevereiro 13, 2007

José Afonso, artista emblemático da escola da canção de intervenção portuguesa, será homenageado em Guimarães nos próximos dias 23 e 24 de Fevereiro.

Pelo segundo ano consecutivo um extenso e variado programa contribuirá para manter presente e vida e obra de “Zeca”, sob o lema “Guimarães canta Zeca Afonso”. São quatro as entidades que organizaram o programa: o Círculo de Arte e Recreio (CAR), a Associação Zeca Afonso, a Associação 25 de Abril e a Oficina.

O programa recebe o contributo de um elevado número de artistas amadores vimaranenses associados ao teatro e à música. A homenagem deste ano aposta numa componente formativa sobre o “cantor de Abril” que, segundo a organização, pretende reavivar alguns valores na sociedade portuguesa para os quais a obra de José Afonso é uma referência.

Do programa, que se estende por três dias, destaque-se o debate sobre a vida e obra de José Afonso onde participarão personalidades como José Mário Branco (produtor dos discos de José Afonso), Hélder Costa (letrista) e Mário Barradas.

Outro destaque para a exposição a ter lugar no foyer do Grande Auditório onde estarão expostas mais de sessenta capas de edições raras de discos de José Afonso, assim como outros objectos de memorabilia alusiva ao cantor.

José Manuel Cerqueira Afonso dos Santos nasceu a 2 de Agosto de 1929, em Aveiro. Editou o seu primeiro EP em 1956, intitulado Fados de Coimbra. É autor da canção “Grândola Vila Morena”, que viria a ser no dia 25 de Abril de 1974 a senha do Movimento das Forças Armadas (MFA) para o derrube do regime ditatorial.

Da sua discografia fazem parte títulos fundamentais para a história da música popular portuguesa de onde se destacam Cantares de Andarilho (1968), Traz Outro Amigo Também (1970) e Cantigas do Maio (1971).

José Afonso morreu no dia 23 de Fevereiro de 1987.

Texto: Paulo Dumas

Programa

20 de Fevereiro
     22h | CC Vila Flor – Pequeno Auditório
     Cinema
     Continuar a Viver (Os Índios da Meia Praia)
     Filme de António Cunha Telles

23 de Fevereiro
     CC Vila Flor – Grande Auditório
     Exposição
     O Que Faz Falta

     21.30h | CC Vila Flor – Grande Auditório
     Teatro/Concerto
     Menino d’Oiro – Vida de José Afonso
     Participação musical e teatral de diversos artistas amadores de Guimarães.

24 de Fevereiro
     16.30h | CC Vila Flor – Pequeno Auditório
     Teatro
     “O Incorruptível”
     de Hélder Costa

     17.30h | CC Vila Flor – Pequeno Auditório
     Debate
     Vida e Obra de José Afonso
     painel composto por Alípio de Freitas, Mário Barradas, José Mário Branco, Hélder Costa e José António Gomes

     21.30h | CC Vila Flor – Grande Auditório
     Concerto
     Maio Maduro Maio
     com José Mário Branco, Amélia Muge e João Afonso

Artigos Relacionados