PUB
Portugueses mostram-se a favor da proibição de fumar em locais fechados
Quinta-feira, Junho 1, 2006

Um relatório Eurobarómetro de dedicado às atitudes dos cidadãos europeus face ao tabaco, mostra que há uma tendência favorável à proibição de fumar em locais públicos fechados.

O estudo foi publicado ontem, dia 31 de Maio, a propósito da passagem do Dia Mundial contra o Tabaco. A principal conclusão é que, 80% dos inquiridos é a favor da proibição do fumo em lugares públicos fechados, assim como escritórios e lojas.

Em Portugal, 62% dos inquiridos mostrou-se a favor da proibição de fumar em restaurantes – a média europeia foi de 56%.

A ideia de proibir o fumo em lugares fechados foi posta em prática primeiro na Irlanda, em 2004. Itália e a Escócia vieram a seguir.

O Eurobarómetro mostra que se tem registado uma quebra na percentagem de fumadores na UE, com países como o Reino Unido e França a encabeçarem a lista em que a quebra de fumadores foi maior.

Portugal, por outro lado está no fundo da lista, entre os países com ávidos fumadores de tabaco, embora o inquérito tenha encontrado 13% de ex-fumadores. Este indicador chega aos 30% na Holanda, 27% na Dinamarca e 25% no Reino Unido.

Curiosamente, em Portugal 58% dos inquiridos declarou nunca ter fumado um cigarro.

O inquérito foi encomendado pela Comissão Europeia e decorreu entre Setembro e Outubro de 2005. Foram efectuadas mil entrevistas em Portugal.

Texto: Paulo Dumas

Artigos Relacionados