PUB
Polidesportivo e Parque de Lazer
Sexta-feira, Julho 22, 2016

Como já se aperceberam muitos taipenses, principalmente quem faz do parque de lazer das Taipas um lugar onde se está e se quer estar, do início das obras que levarão à construção de um denominado polidesportivo.

Não embarcámos no senso comum acrítico de que qualquer tipo de obra, por ser localizada nas Taipas, é por si um bem. Temos que ter sentido de responsabilidade e assumir que muitas obras que se fazem são uma aparente riqueza do presente e uma garantia de pobreza no futuro.

Andar a construir para empobrecer e perder qualidade de vida por isso, não é princípio a seguir nem a defender.

Há muitos anos que é necessário intervir no parque de lazer; e tem de ser uma intervenção profunda de modo a restituir-lhe o encanto.

A construção de um polidesportivo, apesar de parecer uma boa solução, pode nada resolver em termos de viabilização do parque nem tal corresponde a uma intervenção profunda.

Um parque de lazer, como o nosso, terá que ter a componente da água, organização do espaço e oferta de locais para lazer, desporto e concertos.

Ora, uma intervenção que abranja aqueles factores ultrapassa em muito a mera construção de um polidesportivo que pode ser um elemento de pressão para a degradação de tudo o resto.

Ninguém pode ter a pretensão de ter e querer fruir um parque de lazer com águas do rio poluídas e a impossibilidade de as usar.

Tratar o Rio Ave, eliminar os focos de poluição, manter uma vigilância apertada sobre os poluidores, requalificar as margens, seria o principio de tudo; seria o alicerce onde assentaria um parque único.

Depois, a organização do espaço e as ofertas desportivas, recreativas e de infra-estruturas para a realização de concertos, concentrações e merendas.

Isso assim, tal como descrevi, seria um projecto voltado para a vanguarda, por assentar em bens que ganharão cada vez mais importância no futuro.

A presença do polidesportivo vai ser um desafio à recuperação do parque; se a recuperação não acontecer, teremos um polidesportivo com um logradouro; quando deveríamos ter um parque de lazer com um polidesportivo.

Não podemos ficar a meio de alguma coisa; e é o que pode acontecer.

Tesoureiro da Junta de Freguesia de Caldelas