PUB
Período para inscrição no “Encontro Caixa Alumni” termina segunda-feira, 12
Quinta-feira, Setembro 8, 2016

Terceiro encontro de antigos alunos realiza-se no próximo dia 17 de Setembro, no Paço dos Duques de Bragança, em Guimarães.

A Universidade do Minho irá realizar um encontro com os seus antigos estudantes. O encontro terá lugar no Paço dos Duques de Bragança, em Guimarães, no próximo dia 17 de Setembro, a partir das 18.30 horas.

Esta será uma forma de aproximar os antigos alunos da academia e reestabelecer o contacto principalmente com estudantes que passaram pelo Minho há mais tempo e que, não sendo da região, mais dificilmente mantêm um contacto regular.

Esta é o terceiro encontro do género. A festa contará com a animação musical de Miguel Araújo. O “Encontro Caixa Alumni” é aberto a antigos alunos da UMinho, que se podem fazer acompanhar por familiares e amigos. Está a decorrer o período para inscrições até à próxima segunda-feira, 12 de Setembro. Estas poderão ser feitas no portal Alumni UMinho.

Artigos Relacionados

Período para apresentação de candidaturas ao Orçamento Participativo decorre até 22 de Abril
Quarta-feira, Abril 13, 2016

A quarta edição do Orçamento Participativo de Guimarães encontra-se na fase de registo de projectos, que poderão posteriormente entrar no exercício eleitoral participativo em Setembro.

Encontra-se aberto, desde 1 de Março, o período para apresentação de propostas para o Orçamento Participativo de 2016. Este instrumento de participação cívica dispõe de 500 mil euros para distribuir pelas propostas mais votadas.

O último dia para apresentação de candidaturas é a 22 de Abril, seguindo-se um período de apreciação de apreciação técnica e um de possíveis reclamações. Os proponentes deverão enquadrar as propostas nos domínios das políticas definidas pelo município, nas áreas da sustentabilidade ambiental, voluntariado e solidariedade.

Para votar os cidadãos terão obrigatoriamente de efectuar um novo registo na plataforma do Orçamento Participativo. As votações online decorrerão a partir de 1 de Setembro, sendo que na edição de 2016 será possível votar através de SMS. As votações presenciais poderão ser feitas de 6 de Setembro a 6 de Outubro.

Pelo segundo ano, as escolas terão um esquema participativo próprio, podendo a comunidade escolar apresentar as suas próprias propostas. A autarquia definiu uma dotação de 200 mil euros, o dobro da verba atribuída na edição anterior, reflexo do êxito alcançado na primeira edição.

A participação no Orçamento Participativo de Guimarães é aberta a cidadãos maiores de 18 anos, que sejam naturais, residentes em Guimarães ou que aqui trabalhem ou estudem.

Artigos Relacionados

Perímetro da requalificação urbana do centro das Taipas passou no executivo
Quinta-feira, Abril 30, 2015

Um dos pontos em discussão na reunião do executivo camarário desta Quinta-feira, 30 de Abril, foi a aprovação do perímetro da área de intervenção do projecto que deverá regenerar o centro da vila das Caldas das Taipas.

O executivo liderado por Domingos Bragança avançou, na reunião quinzenal do executivo de Quinta-feira, 30 de Maio, com o processo de reabilitação urbana do centro da vila das Caldas das Taipas. O processo foi apresentado juntamente com o da requalificação da Zona de Couros, integrando-a no tecido urbano da cidade.

O documento apresentado na reunião do executivo é apenas um dos primeiros passos do processo, que poderá resultar na intervenção no centro da vila. Nele, são delineados os perímetros das áreas de intervenção. No que respeita à intervenção nas Caldas das Taipas, esta área inclui o Largo Dr. João Antunes Guimarães, a Avenida da República, a Alameda Rosas Guimarães e as ruas Trajano Augusto e Dr. Alfredo Fernandes, incluindo as áreas adjacentes ao edifício das termas e aos Banhos Velhos.

O documento apresentado pela Divisão de Urbanismo da Câmara Municipal de Guimarães, cujo responsável é o arquitecto Filipe Fontes, justifica a área delimitada para o projecto de reabilitação urbana com a “referência espacial e territorial incontornável” para a vila das Caldas das Taipas e que se encontra num “processo de degradação funcional e construtivo que urge reverter”.

Depois de ter sido aprovado pelo executivo, o documento terá agora que passar pela sua aprovação na Assembleia Municipal de Guimarães e pelo Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU). A proposta na reunião do executivo desta Quinta-feira, 30 de Abril, foi aprovada por unanimidade.

Este tema será desenvolvido na próxima edição impressa do Jornal Reflexo.

Artigos Relacionados

Período crítico de prevenção de incêndios começa amanhã
Segunda-feira, Junho 30, 2008

Uma Portaria ministerial define para amanhã o período crítico contra incêndios florestais. Período esse que se deverá prolongar até ao dia 15 de Outubro.

O período crítico de prevenção contra a ocorrência de incêndios florestais começa no dia 1 de Julho, prolongando-se até 30 de Outubro. Esta é uma das medidas especiais a adoptar, tendo em conta o Sistema Nacional de Defesa da Floresta contra Incêndios.

A definição de um “período crítico” visa conseguir uma mais eficaz utilização de recursos no que toca às várias fases desde a vigilância até ao rescaldo de ocorrências.

Para definição deste período inscrevenções critérios meteorológicos como os regimes de temperatura e pluviosidade. Também o histórico de ocorrências de incêdios nas diversas regiões é tido em consideração.

Artigos Relacionados