PUB
PS e PSD Taipas de acordo sobre instalação do Espaço Cidadão na vila
Terça-feira, Julho 8, 2014

A reivindicação da instalação, nas Taipas, do Espaço Cidadão, levam PS e PSD locais à troca de comunicados.

Num comunicado distribuído à imprensa, o PS das Taipas deu conta da reivindicação, pela voz da deputada na Assembleia de Freguesia de Caldelas, Ana Garcia, em intervenção realizada na última reunião pública (26 junho), para a instalação na vila taipense do Espaço Cidadão e de uma extensão do Balcão Único da Câmara Municipal de Guimarães.

“A bancada do Partido Socialista entende que será uma mais valia para a Vila das Taipas a criação de um espaço de cidadão, possibilitando a todos os taipenses aceder aos serviços digitais disponibilizados pela Administração Central, numa rede de atendimento e prestação de serviços online, assistida por funcionários qualificados: os mediadores de atendimento digital”, pode ler-se no documento.

Os socialistas taipenses consideram ainda que “estas são oportunidades únicas, e porque não dizer, históricas, para a Vila das Taipas que favorecerão o crescimento e fomentarão um maior investimento na Freguesia. São medidas simples, de interação das instituições centrais com as autárquicas que fomentam e agilizam a democracia nacional. Não podemos, como cidadãos e deputados responsáveis, deixar de incrementar a justiça e a igualdade de oportunidades, protegendo afincadamente os mais desfavorecidos”.

O PSD das Taipas vem também a público lembrar que esta foi já uma situação debatida e sugerida pela vereadora do partido, Helena Soeiro, na própria vila taipense, aquando a realização da reunião de Câmara do passado dia 30 de abril e que defendeu que as Taipas “seria o local ideal para abrir o primeiro Espaço do Cidadão no concelho de Guimarães”.

Os social-democratas taipenses dizem interpretar esta posição do PS Taipas como “uma adesão entusiasta a esta iniciativa do Governo e como uma subscrição integral do teor da intervenção da vereadora Helena Soeiro”.

Defendem que, caso a interpretação desta posição dos socialistas fosse levada para o lado da tentativa de colher benefícios políticos, “tratar-se-ia de um inqualificável oportunismo político, daquele tipo de atitudes que descredibilizam a política e os políticos”. Partindo ainda desta mesma suposição, o PSD Taipas considera que “seria uma manifestação de uma enorme falta de respeito pela população das Taipas, seria o mesmo que chamar ignorantes aos habitantes das Taipas, ou confiar nessa mesma ignorância, procurando atuar partindo do pressuposto de que as gentes das Taipas são desinformadas e desatentas, o que bem sabemos não corresponder à realidade”.

A terminar o seu comunicado, o PSD Taipas diz poder ser este “um sinal de que – finalmente – possamos contar com os socialistas das Taipas para defenderem as Taipas acima do seu partido, mesmo que seja contra uma Câmara de Guimarães que nunca tratou as Taipas como merece, e que durante décadas tratou a nossa gente como se não fizesse parte do concelho de Guimarães”.