PUB
PS de Guimarães publica voto de pesar pela morte de António Almeida Santos
Quarta-feira, Janeiro 20, 2016

Foi uma das figuras sempre presentes ao longo dos 41 anos da democracia portuguesa. António Almeida Santos morreu esta segunda-feira, em Lisboa. Concelhia de Guimarães do PS apresenta voto de pesar.

A estrutura concelhia do Partido Socialista de Guimarães manifestou a seu voto de pesar pela morte de António Almeida Santos, presidente honorário do partido.

Para o PS de Guimarães a morte de Almeida Santos representa o desaparecimento de uma das figuras mais marcantes da democracia portuguesa e manifestam por isso profunda consternação.

Na comunicação do PS Guimarães é lembrado o papel daquele que foi seu dirigente naqueles que foram os primeiros passos da democracia portuguesa. Almeida Santos foi ministro do primeiro Governo Provisório, logo em 1974.

Desde então a sua presença foi sendo uma constante na política portuguesa, tendo sido deputado e presidente da Assembleia da República e pertencia também ao Conselho de Estado, desde 1985.

Almeida Santos, advogado natural de Seia, morreu às primeiras horas de segunda-feira, 18 de Janeiro, tinha 89 anos. O voto de pesar emitido pelo PS Guimarães conclui referindo que “António de Almeida Santos perdurará como um exemplo, na memória dos Portugueses”.

Foto DR