PUB
PS Taipas acusa Junta de Freguesia de hipotecar futuro
Sexta-feira, Julho 19, 2013

Compra do edifício da Pensão Vilas, leva membros do PS na Assembleia de Freguesia de Caldelas a acusar o executivo de estar a hipotecar o futuro da freguesia.

Os membro que integraram o Grupo Parlamentar do PS na última Assembleia de Freguesia (Ricardo Costa, Nuno Remísio Castro, Cristina Marques, José Maia e Luís Soares) tornaram publica a sua posição sobre o chamado “negocia da Pensão Vilas”. Em documento distribuído à imprensa, dão conta do seu desagrado e justificam o voto contra à proposta apresentada, conforme já havíamos dado conta em notícia do relato daquela Assembleia. Os socialistas taipenses consideram que este contrato resulta em “mais uma trapalhada do Executivo” e reforçam as suas dúvidas quanto à legalidade do mesmo à luz da Lei do Financiamento das Autarquias Locais. Consideram que este negócio foi um “erro” e que a Junta de Freguesia quer, agora, “emendar a mão”. “A Junta de Freguesia das Taipas está mais pobre, e a freguesia mais degradada porque o Executivo tem desbaratado o seu orçamento numa promessa eleitoral em que já ninguém acredita. Com este negócio ruinoso o Presidente da Junta de Freguesia, Constantino Veiga, eleito pelo PSD, está hipotecar a Junta de Freguesia actual e as que forem eleitas nos próximos dois mandatos. Está a hipotecar a Freguesia”, pode ler-se a terminar o documento.

Artigos Relacionados